Escolha uma Página

O FC Bayern Munique concluiu a brilhante campanha do oitavo título consecutivo de campeão alemão e chegou aos 100 gols em 34 jogos, com os 4 x 0 deste último sábado (27) de junho sobre o Wolfsburg, na Arena Volswagen, a 480 km de Munique. Com exceção do vice-campeão Borussia Dortmund, que fez 84, o Bayern marcou mais gols que todos os outros 16 times, e Robert Lewandowski, artilheiro com 34, deve ganhar a Chuteira de Ouro pela primeira vez.

LEWANDOWSKI é natural de Varsóvia, capital da Polônia, tem 31 anos, tornou-se profissional em 2006 e até 2010 jogou em dois times modestos de seu país. De 2010 a 2014, marcou 103 gols em 187 jogos pelo Borussia Dortmund, bicampeão alemão 2010-11 e 2011-12, e está no Bayern Munique desde 1/7/14, com 240 gols em 284 jogos, integrante do time nos últimos seis dos oito títulos consecutivos. Professor de Educação Física desde a formatura em outubro de 2017 na Universidade Federal de Varsóvia.

LEWANDOWSKI tornou-se pela terceira vez consecutiva artilheiro do campeonato. Na temporada 2017-18 marcou 29 gols, mais sete do que os 22, que fez em 2018-19, e agora em 2019-2020, alcançou sua maior marca com 34 gols em 34 jogos, média de 1,06/jogo, enquanto a média do time é de 2,9 jogo. Com isso, igualou-se em três temporadas com Gerd Muller, maior artilheiro da história do Bayern, três vezes consecutivas e ao todo sete vezes principal goleador do campeonato.

CINCO VEZES – Ao concluir hoje (27) a temporada alemã, Lewandowski marcou de pênalti o terceiro gol dos 4 x 0 no Wolfsburg, e Thomas Muller, recordista de assistências do campeonato, fechou a goleada. Os gols do primeiro tempo haviam sido feitos por dois franceses: o atacante Kingsley Coman, parisiense de 24 anos, e o meia Mickael Cuisance, de 20 anos. A surpresa da última rodada foi a goleada (4 x 0) que o vice-campeão Borussia Dortmund sofreu, fora de casa, para o Hoffenheim.

RECORDISTA – Artilheiro da Copa do Mundo de 1970, com 10 gols, Gerd Muller é considerado um dos maiores jogadores da história. Tanto no clube quanto na seleção, o ex-atacante, hoje aos 74 anos, fez mais gols do que jogos. Maior artilheiro do campeonato com 365 gols, Gerd Muller totalizou na carreira 730 gols em 727 jogos. No Bayern, 639 gols em 616 jogos, entre 1964 e 1979. Na seleção, 68 gols em 62 jogos, entre 1966 e 1974.

SETE VEZES – Gerd Muller foi artilheiro do campeonato sete vezes: 1966-67, com 28 gols. 1968-69, com 30 gols. 1969-70, com 38 gols. 1971-72, com 40 gols. 1972-73, 36 gols. 1973-74, 30 gols. 1977-78, com 24 gols. Campeão europeu em 1972 e campeão do mundo em 1974, marcando o gol da virada (2 x 1) na decisão com a Holanda, no antigo Estádio Olímpico de Munique, Gerd Muller ganhou duas vezes a Chuteira de Ouro de artilheiro da Europa (69-70 e 71-72) e a Bola de Ouro de 1970.

OS QUATRO – De acordo com o critério da União Europeia de Futebol (Uefa), os quatro primeiros do campeonato têm vaga na fase de grupos da Champions League, no caso Bayern (campeão), Borussia Dortmund (vice), Leipzig (terceiro) e Borussia Monchengladbach (quarto). Os rebaixados à segunda divisão em 2020-21 foram o Fortuna Dusseldorf e o Padborn, que havia subido e não se manteve. O Werder Bremen tenta evitar o rebaixamento ao disputar o playoff. 

Fotos: Site oficial do Bayern e Superesportes.com.br