Escolha uma Página

Com a derrota do Atlético Mineiro para o Bahia, o vice-líder Flamengo terá domingo (25), em Porto Alegre, o primeiro dos dois desafios em seus próximos três jogos do Campeonato Brasileiro 2020: ser o primeiro a ganhar do novo líder Internacional, que em sete jogos na Arena Beira Rio, ganhou cinco, sofrendo  apenas um gol, e empatou dois. Internacional e Flamengo nunca se enfrentaram em situação tão equilibrada, refletida pela igualdade dos números da excelente campanha que realizam.

ÚNICA DIFERENÇA – Com a média de 2 pontos ganhos por jogo, Internacional e Flamengo estão iguais em jogos (17), em pontos (34), em vitórias (10), em empates (4), em derrotas (3), todas do Internacional como visitante; só uma do Flamengo, em casa, a da estreia (1 x 0 para o Atlético Mineiro). A diferença está nos gols, marcados e sofridos. O Flamengo marcou mais 2 (30 a 28), mas o Internacional sofreu menos 6 (13 a 19), o que o torna líder pela vantagem no saldo (15 a 11). 

NO MARACANÃ – O Flamengo terminará o turno, no Maracanã, com o São Paulo, que mesmo com dois jogos a menos, com Goiás e Ceará, mantém o quarto lugar, com 27 pontos em 15 jogos, embora bem abaixo em vitórias (7) e em gols (20), mas só com 13 gols sofridos, igual ao Internacional, segunda defesa menos vazada (a do Fortaleza sofreu 11). O importante é que se trata de um clássico de tradição e equilíbrio, sem que nunca se possa atribuir favoritismo.

NO MINEIRÃO – Na sequência dos três confrontos consecutivos, que colocam frente a frente os primeiros colocados, o segundo desafio do Flamengo: o de ser o primeiro a ganhar do Atlético, no Mineirão, na abertura do returno. Será o primeiro de mais 19 jogos, que exigirão ainda mais esforço e competência para subir ao pódio da grande festa da entrega da taça, em 24 de fevereiro de 2021. O Flamengo poderá aumentar a credencial de visitante vitorioso. Os 5 x 1 de domingo são a melhor fonte de inspiração.

INTERNACIONAL EM CASA – 2 x 0 no Santos, 3 x 0 no Atlético Goianiense, 2 x 0 no Ceará, 2 x 1 no Athletico Paranaense, 2 x 0 no Vasco. 2 x 2 com o Bahia, 1 x 1 com o São Paulo. FLAMENGO FORA DE CASA – 1 x 0 no Coritiba, 5 x 3 no Bahia, 2 x 1 no Vasco, 5 x 1 no Corinthians.  1 x 1 com Palmeiras.  0 x 3 Atlético Goianiense, 0 x 2 Ceará.

Foto: Coluna do Fla