Escolha uma Página

FINAL EMOCIONANTE na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022, neste domingo (13), pelas vagas na Libertadores de 2023, sobretudo a da vaga direta do 8º lugar, que o visitante São Paulo chegou a ganhar durante boa parte da goleada por 4 x 0 no Goiás, e que o Fortaleza recuperou com o gol anulado do América Mineiro.

1º PALMEIRAS, campeão, 81 pontos, 23 vitórias, 12 empates, 3 derrotas, saldo de 39 gols (66 x 27). Prêmio pelo título R$45 milhões. 

2º INTERNACIONAL, vice-campeão, 73 pontos, 20 vitórias, 13 empates, 5 derrotas, saldo de 27 gols (58 x 31). Prêmio pelo vice R$42.700 mil.

3º FLUMINENSE, 70 pontos, 21 vitórias, 7 empates, 10 derrotas, saldo de 22 gols (63 x 41). Prêmio pelo 3º lugar R$40.500 mil.

4º CORINTHIANS, 65 pontos, 18 vitórias, 11 empates, 9 derrotas, saldo de 8 gols (44 x 36). Prêmio pelo 4º lugar R$38.200 mil.

5º FLAMENGO, 62 pontos, 18 vitórias, 8 empates, 12 derrotas, saldo de 21 gols (60 a 39). Prêmio pelo 5º lugar R$36 milhões.

6º ATHLETICO PARANAENSE, 58 pontos, 16 vitórias, 10 empates, 12 derrotas, sem saldo de gols (48 x 48). Prêmio pelo 6º lugar R$33.700 mil.

PRÉ-LIBERTADORES

7º ATLÉTICO MINEIRO, 58 pontos, 15 vitórias, 13 empates, 10 derrotas, saldo de 8 gols (45 x 37). Prêmio pelo 7º lugar R$31.500 mil.

8º FORTALEZA, 55 pontos, 15 vitórias, 10 empates, 13 derrotas, saldo de 7 gols (46 x 39). Prêmio pelo 8º lugar R$29.200 mil.

COPA SUL-AMERICANA

9º SÃO PAULO, 54 pontos, 13 vitórias, 15 empates, 10 derrotas, saldo de 13 gols (55 x 42). Prêmio pelo 9º lugar R$27 milhões.

10º AMÉRICA MINEIRO, 53 pontos, 15 vitórias, 8 empates, 15 derrotas, sem saldo de gols (40 x 40). Prêmio pelo 10º lugar R$24.700 mil.

11º BOTAFOGO, 53 pontos, 15 vitórias, 8 empates, 15 derrotas, saldo negativo de 2 gols (41 x 43). Prêmio pelo 11º lugar R$19.300 mil.

12º SANTOS, 47 pontos, 12 vitórias, 11 empates, 15 derrotas, saldo de 3 gols (44 x 41). Prêmio pelo 12º lugar R$18 milhões.

13º GOIÁS, 46 pontos, 11 vitórias, 13 empates, 14 derrotas, saldo negativo de 13 gols (40 x 53). Prêmio pelo 13º lugar R$16.600 mil.

14º BRAGANTINO, 44 pontos, 11 vitórias, 11 empates, 16 derrotas, saldo negativo de 10 gols (49 x 59). Prêmio pelo 14º lugar R$16.200 mil.

OS QUATRO REBAIXADOS 

17º CEARÁ, 37 pontos, 7 vitórias, 16 empates, 15 derrotas, saldo negativo de 7 gols (34 x 41). Recordista de títulos estaduais, com 45, o Ceará disputará a Série B pela 6ª vez, depois de 1981, 83, 84, 88 e 89. O time despencou na campanha de 2022.

18º ATLÉTICO GOIANIENSE, 36 pontos, 8 vitórias, 12 empates, 18 derrotas, saldo negativo de 18 gols (39 x 57). 16 vezes campeão goiano, o Atlético disputará pela 6ª vez a Série B, que ganhou em 2016.

19º AVAÍ, 35 pontos, 9 vitórias, 8 empates, 21 derrotas, saldo negativo de 26 gols (34 x 60). Será a 24ª participação da equipe de Florianópolis na Série B, em que foi vice-campeã em 2016. 

20º JUVENTUDE, 22 pontos, 3 vitórias, 13 empates, 22 derrotas, saldo negativo de 40 gols (29 x 69). Único do interior nunca rebaixado no Gaúcho, o Juventude disputou a Libertadores em 2000 e a Sul-Americana em 2005. Disputará pela 4ª vez a Série B, que ganhou em 94.

ESCAPARAM DO REBAIXAMENTO e ainda receberão premiação, CORITIBA, 15º, 42 pontos, 12 vitórias, 6 empates, 20 derrotas, saldo negativo de 21 gols (39 x 60). Prêmio: R$15.700 mil. CUIABÁ, 16º, 41 pontos, 10 vitórias, 11 empates, 17 derrotas, saldo negativo de 11 gols (31 x 42). Prêmio: R$15.200 mil.