São Paulo e Fluminense foram os times que mais subiram no fim de semana da quinta rodada, ao conseguirem a primeira vitória como visitantes. O São Paulo subiu mais um degrau que o Fluminense, ganhando oito posições, ao sair de décimo terceiro para quinto, com o primeiro gol de Pablo, no 1 x 0 sobre o Sport, no último jogo da noite de ontem (23). No outro 1 x 0, o Fluminense subiu sete posições, ao impor a terceira derrota consecutiva ao Athletico, saltando de décimo quarto para sétimo.

SUBIDA mais expressiva foi a do Palmeiras, com a segunda vitória consecutiva, nos 2 x 1 sobre o Santos, que lhe valeu sair do nono para o quarto lugar, com o belo gol do volante carioca Patrick de Paula, de 20 anos, revelado na Taça das Favelas. A quinta rodada só será concluída quarta (26) e o Corinthians também pode subir cinco degraus, saindo do décimo quarto para o nono lugar, se vencer o Fortaleza, na Arena Itaquera. Nesse caso, o Flamengo cairia uma posição e ficaria em décimo quinto.

O SOBE E DESCE constante do Brasileiro, com tendência a ser cada vez mais alterado, devido às competições simultâneas, não apresentou outras mudanças significativas. Além da entrada do Palmeiras no G4, o Atlético Mineiro, mesmo perdendo duas seguidas, manteve o terceiro lugar, e o Grêmio, no 0 x 0 com o Vasco, último a perder 100% de aproveitamento, ajudou o arquirrival Internacional, único com quatro vitórias, mas que ainda não havia ganho duas consecutivas, a ser o novo líder

OS INVICTOS – Dos quatro que mantiveram a invencibilidade, só o Palmeiras venceu. Vasco e Grêmio não saíram do 0 x 0 – terceiro do campeonato, segundo do Grêmio e primeiro do Vasco , e o Botafogo também empatou, no clássico dos gols nos acréscimos do segundo tempo. A baixa média de gols – 2,13 por jogo – revela cautela, se não excessiva, acentuada: dos 12 empates, três 0 x 0 e nove 1 x 1, com 1 x 0 como resultado predominante na maioria dos jogos (10), vindo depois sete 2 x 1.

SEIS COM TRÊS – Das vinte equipes, apenas seis marcaram três gols em um jogo: Sport, 3 x 2 no Ceará; Atlético Goianiense, 3 x 0 no Flamengo; Atlético Mineiro, 3 x 2 no Corinthians; Santos, 3 x 1 no Athletico Paranaense; Internacional, 3 x 0 no Atlético Goianiense, e Corinthians, 3 x 1 no Coritiba. Bom dizer: os únicos a fazer três gols como visitantes foram o Vasco, 3 x 0 no Ceará, e Fortaleza, em sua primeira vitória  3 x 1 no Goiás , provocando a demissão do técnico Ney Franco.

MANDANTES – Os primeiros 45 jogos do Brasileiro 2020 revelam a tendência de superioridade dos times com o mando de campo. Mesmo nos tempos atuais de estádios sem público, os estudiosos não deixam de admitir que “jogar em casa dá sempre mais confiança e aumenta o psicológico do mandante”, o que os números confirmam, com o dobro de vitórias (22 a 11). A vantagem só não se aplica em casos de campo neutro, como ainda vimos no 1 x 0 do Bayern sobre o PSG.

Foto: Divulgação