Além de Nuno do Espírito Santo, de 46 anos, que renovou contrato iniciado em 2017 com o Wolverhampton, o futebol inglês terá outro técnico português na temporada 2020-21, que começará em setembro, com a contratação de Bruno Lage, de 44 anos, campeão em 2019-2020 pelo Benfica, que assumirá o Aston Villa, de volta à primeira divisão após o 1 x 1 de ontem (26), fora de casa, com o West Ham. Bruno Lage comandará um elenco de 29 jogadores, e entre os 18 estrangeiros, dois brasileiros.

DOUGLAS LUIZ, volante carioca de 22 anos, comprado do Vasco em 2017 pelo Manchester City, que o revendeu em 2019 ao Aston Vila, após empréstimo de um ano ao Girona, da Espanha, foi um dos bons da campanha. O outro brasileiro é o atacante Wesley Moraes, de 23 anos, mineiro de Juiz de Fora, revelado no Itabuna, do Sul da Bahia, de onde saiu para o Brugges, da Bélgica, e chegou ao Aston Villa logo depois de Douglas Luiz. Sua participação também foi elogiada na volta à primeira divisão.

BRUNO LAGE substituirá o inglês Dean Smith, de 49 anos, ex-zagueiro, que há dois anos dirigia o time. O técnico português já havia sido convidado em junho de 2018 e em março de 2019, e chegará ao Aston Villa para cumprir dois anos de contrato. O clube tem 145 anos, fundado em 21 de novembro de 1874, e ganhou sete campeonatos, o último em 80-81, e a Liga dos Campeões, em 81-82, ao vencer (1 x 0) o Bayern, em final emocionante em Roterdam, na Holanda. O Aston Villa é de Birmingham, segunda maior cidade do Reino Unido, a 202 km da capital Londres.

PAULO FONSECA, de 47 anos, ex-zagueiro, é outro técnico português que estava no radar de clubes ingleses, mas sua primeira temporada bem-sucedida na Roma valeu a renovação do contrato. O time da capital italiana confirmou a vaga na Liga Europa 2020-2021, com a virada (2 x 1) sobre a Fiorentina, ontem (26), no Estádio Olímpico de Roma, onde estreou a camisa que usará na próxima temporada. O meia francês Jordan Veretout, de 27 anos, marcou os dois gols em cobrança de pênaltis.

Foto: Reprodução Youtube.