Campeão paulista, finalista da Libertadores e da Copa do Brasil, o Palmeiras entrou de vez na briga pelo quarto título de 2020, em que pode aumentar seu recorde de dez vezes campeão brasileiro, ao golear (4 x 0) o Corinthians, na noite de ontem (18), no Allianz Parque, em jogo adiado que completou a vigésima oitava rodada. Foi a quinta vez que o Palmeiras impôs 4 x 0 ao Corinthians, as mais recentes nas finais do Campeonato Paulista de 1993 e do Campeonato Brasileiro de 2004.

DOIS DE CADA – O meia Raphael Veiga, que completou 100 jogos, fez 1 x 0 aos 34 minutos, com assistência de Willian, que aos 45 deixou o atacante Luiz Adriano livre para os 2 x 0. Na volta do intervalo, logo aos 4 minutos, Raphael Veiga ampliou para 3 x 0 com chute colocado no canto, e aos 21, Luiz Adriano aproveitou o recuo errado do volante Gabriel para fechar a goleada, que continua rendendo memes, tipo “Corinthians visita o Allianz, ganha empréstimo e leva de brinde um chocolate verde”…

VAGA NO G4 – Em quinto com 51 pontos, e o jogo atrasado com o Vasco, o Palmeiras quer a vaga no G4, com vitória sobre o Flamengo, quarto com 52, depois de amanhã (21), em Brasília. O Flamengo escolheu o estádio Mané Garrincha porque o Maracanã só poderá voltar a ser utilizado após a decisão da Libertadores, dia 30. Com os 4 x 0 no Corinthians, o Palmeiras está a 2 pontos do Atlético, terceiro com 53; a cinco do Internacional, vice-líder com 56, e a 6 pontos do líder São Paulo, com 57.

O QUE RESTA – Dos nove jogos que faltam para o Palmeiras, cinco serão como visitante: quinta (21) com o Flamengo, em Brasília; domingo (24) com o Ceará, na Arena Castelão, e em fevereiro, com o São Paulo, Coritiba e Atlético Mineiro, na última rodada (dia 24). Em seu Allianz Parque, o Palmeiras receberá Vasco, Botafogo, Fortaleza e Atlético Goianiense (penúltima rodada, dia 21). O Palmeiras tem 51 pontos em 29 jogos – 14 vitórias, 6 derrotas, 9 empates – e saldo de 17 gols (43 a 26).

SEIS 4 x 0 – Nos 296 jogos do Campeonato Brasileiro de 2020, houve seis 4 x 0, dois no turno: Fluminense 4 x 0 Coritiba (rodada 12) e São Paulo 4 x 0 Botafogo (rodada 18). No returno, até ontem (18) à noite, o dobro: Atlético Mineiro 4 x 0 Flamengo (rodada 20); Bragantino 4 x 0 Bahia (rodada 22); Grêmio 4 x 0 Vasco (rodada 24) e Palmeiras 4 x 0 Corinthians (rodada 28). A maior goleada do Brasileiro de 2020 – Corinthians 5 x 0 Fluminense (rodada 29) -, dia 13 de janeiro 2021, na Arena Corinthians.

TIME DOS 4 x 0 – Weverton, Mayke, Luan (Emerson Santos), Kuscevic e Matias Viña (Gustavo Scarpa); Danilo, Gabriel Menino, Zé Rafael e Raphael Veiga (Pedro Acácio); Willian (Breno Lopes) e Luiz Adriano (Rony). Técnico – Abel Ferreira. BOM LEMBRAR – No 4 x 0 anterior, em 25 de maio de 2004, no Morumbi, quarta rodada do Brasileiro: Marcos, Daniel (Baiano), Nen, Glauber e Lúcio; Marcinho, Magrão (Diego Souza), Corrêa e Pedrinho (Alceu); Vagner Love e Muñoz. Gols – Rincon (contra), Pedrinho, Muñoz e Vagner Love. Técnico – Jair Picerne.

BEM DIFERENTE – Cinco dias depois da maior goleada do Brasileiro de 2020, 5 x 0 Fluminense, e de sete jogos sem perder, com quatro vitórias consecutivas, o Corinthians foi bem diferente na noite de ontem (18), frágil, dominado com facilidade, sem reação e tendo o oitavo expulso no campeonato, o volante Gabriel. Ele atingiu a cara do volante Danilo, aos 32 do segundo tempo, talvez ainda sob o transtorno da falha feia que cometeu ao atrasar mal a bola para Luiz Adriano fechar a goleada.

CÁSSIO, Fagner, Jemerson, Gil e Fabio Santos; Gabriel, Cantillo (Ramiro), Mateus Vital (Leo Natel) e Juan Cazares (Everaldo); Gustavo (Xavier) e Jô. Técnico – Vagner Mancini. O Corinthians que foi goleado pelo Palmeiras, mas que se manteve em nono com 42 pontos em 29 jogos – 11 vitórias, 9 derrotas, 9 empates, saldo de 1 gol (35 a 34) – e que vai fechar a rodada 31, depois de amanhã (21), com o Sport, na Arena Corinthians.

Foto: Bolavip Brasil