Um mês depois de ganhar a decisão da Copa do Brasil com o Grêmio, o Palmeiras, campeão da Copa Libertadores, venceu o Defensa y Justicia, campeão da Copa Sul-Americana, por 2 x 1, na noite de ontem (7), no estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, região metropolitana de Buenos Aires, e só precisa do empate na próxima quarta (14), em Brasília, para comemorar a conquista da Recopa Sul-Americana.

INÉDITO – A Recopa Sul-Americana será um título inédito para o Palmeiras porque ainda não era disputada em 1994 quando foi campeão brasileiro. O goleiro Weverton fez a defesa do jogo, logo aos cinco minutos, em chute forte de Romero, e daí em diante o Palmeiras se impôs até sair para o intervalo com 1 x 0, gol de Rony, aos 16, encobrindo o goleiro Ezequiel Unsain, argentino de 26 anos, 1,89m, após o lançamento de Willian nas costas dos zagueiros.

EQUILÍBRIO – O Defensa y Justicia conseguiu equilibrar o jogo no início do segundo tempo e empatou aos 13 minutos. Romero recebeu lançamento preciso do atacante Gustavo Bou, que o deixou frente a frente com o goleiro Weverton, para finalizar com força e colocado, sem chance de defesa. O Palmeiras recuperou o domínio e chegou à vitória aos 29 minutos, em cobrança de falta de Gustavo Scarpa, que encobriu a barreira, ao marcar seu primeiro gol em seis jogos em 2021.

CENTÉSIMO – O Defensa y Justicia estava há nove jogos sem perder em seu estádio. Foi o centésimo jogo do Palmeiras com equipes argentinas, com o retrospecto favorável de 48 vitórias, 27 empates, 25 derrotas e saldo de 62 gols (186 marcados, 124 sofridos). Na vitória da noite de ontem (7) o Palmeiras teve quatro dos sete advertidos com cartões amarelos pelo árbitro colombiano Andrés Cunha, de 37 anos: Luan, Patrick de Paula, Scarpa e Matias Viña.

WEVERTON, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña; Felipe Melo (Patrick de Paula), Zé Rafael (Danilo) e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Rony, Willian (Esteves) e Bruno Lopes (Mayke) – o Palmeiras dos 2 x 1 no Defensa y Justicia. O técnico português Abel Ferreira, de 42 anos, admitiu ter demorado para fazer as substituições. Ele não quis confirmar se o time que iniciou será mantido para a decisão da Supercopa do Brasil com o Flamengo, domingo (11), às 11 horas, em Brasília.

PRÊMIOS – O vencedor da Supercopa do Brasil ganhará R$5 milhões e o perdedor receberá R$2 milhões. O vencedor da Recopa Sul-Americana receberá R$7 milhões e o perdedor ganhará R$4.200 mil. Se conseguir ganhar as duas decisões, o Palmeiras receberá R$12 milhões. O gaúcho Leandro Vuaden, de 45 anos, apitará Flamengo x Palmeiras, e o segundo Palmeiras x Defensa y Justicia, pela Recopa Sul-Americana, quarta (14), em Brasília, terá arbitragem do uruguaio Leodan Gonzalez, de 38 anos.

Foto: Sportbuzz