Escolha uma Página

O PALMEIRAS já entrou classificado como 1º do Grupo F, mas perdeu o 1º lugar geral da classificação da Libertadores ao ficar no 0 x 0 com o San Lorenzo, da Argentina, na noite desta 5ª feira (30), no Allianz Parque, diante de 40.114 torcedores, que levaram faixas de “Até logo”, na despedida do atacante Endrick.

O PALMEIRAS teve mais de 70% de posse de bola – uma das grandes mentiras criadas no futebol -, mas foi quase zero na criatividade e falho nas raras chances de gol. O goleiro Facundo Altamirano, do San Lorenzo, não fez sequer uma defesa no 1º tempo, e as cinco substituições do técnico Abel Ferreira não produziram efeito.

O 1º LUGAR GERAL da fase de grupos da Libertadores ficou com o River Plate, que no outro jogo da noite desta 5ª feira (30), no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, venceu o lanterna Táchira, da Venezuela, por 2 x 0, gols do atacante colombiano Miguel Borja, aos 6 minutos do 2º tempo. Borja fez 112 jogos e 36 gols pelo Palmeiras, entre 2017 e 2021, e foi campeão brasileiro em 2018.

1º LUGAR GERAL, O RIVER, invicto, somou 16 pontos, 5 vitórias, 1 empate, saldo de 9 gols (12 a 3). O Atlético Mineiro, 1º do Grupo G, foi o 2º geral com 15 pontos, 5 vitórias, 1 derrota, saldo de 8 gols (14 a 6). O Palmeiras, 1º do Grupo F, foi 3º geral com 14 pontos, 4 vitórias, 2 empates, saldo de 9 gols (14 a 5). O Fluminense, 1º do Grupo A, foi 4º geral com 4 vitórias, 2 empates, saldo de 4 gols (9 a 5).

SÓ QUATRO INVICTOS na fase de grupos: Palmeiras, Fluminense, River e Junior Barranquilla, 1º do Grupo D, empatado em pontos (10) com o Botafogo, que perdeu o 1º lugar pelo saldo de gols (1 a 3).

EMBORA AINDA faltando dois jogos do Grêmio, o sorteio do mata-mata das oitavas de final será na próxima 2ª feira (3), na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Luque, no Paraguai.

Fotos: Nelson Almeida / AFP