O Palmeiras teve que reagir para escapar de outra derrota, depois de ser eliminado da Copa do Brasil e de perder a invencibilidade no Campeonato Brasileiro, no empate (2 x 2) da noite de ontem (23), no estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza, com o Godoy Cruz, time de pouca expressão e que nunca foi campeão argentino. O primeiro tempo foi muito ruim e o Palmeiras perdia por 2 x 0 com os gols do atacante uruguaio Santiago Garcia, aos 6 e aos 29 minutos.O Palmeiras diminuiu com o gol de cabeça de Felipe Melo, aos 34, completando cruzamento do lateral Marcos Rocha, e o goleiro Weverton, aos 36, evitou o terceiro gol do Godoy Cruz, ao defender com o pé o pênalti do zagueiro paraguaio Gustavo Gomez em Santiago Garcia, que fez a cobrança no meio do gol.

ESTRELA DE BORJA – O atacante colombiano Miguel Borja, de 26 anos, que vinha sem muita chance no time, marcou o gol de empate aos 15 do segundo tempo, com assistência do zagueiro Luan, ex-Vasco. Borja deu um drible no lateral Varela e tornou-se o terceiro goleador do Palmeiras na Libertadores, com 10 gols, depois dos ex-meias Alex (12) e Tupãzinho (11). Antes, o último gol de Borja foi na vitória (3 x 2) sobre o Ituano em jogo do Paulistão 2019.

COMO EM 2017 – O Palmeiras igualou nos 2 x 2 com o Godoy Cruz a campanha ruim de quatro jogos consecutivos sem vitória, como aconteceu em 2017. Os poucos torcedores que estiveram na noite de ontem (23), no estádio Malvinas Argentinas, protestaram com ameaças, obrigando a que o clube reforçasse a segurança na volta do time ao hotel. O Palmeiras poderia até ter virado com o terceiro gol, mas o goleiro argentino Andrés Mehring, 25 anos, 1,91m, evitou com boas defesas. O Palmeiras não consegue ganhar de virada desde os 3 x 1 sobre o São Paulo, em junho de 2018, quando era dirigido por Roger Machado, hoje técnico do Bahia.

DOIS RESULTADOS – Quem ganhar o jogo de volta na próxima terça (30), no Allianz Parque, em São Paulo, estará nas quartas de final da Libertadores. Com os dois gols fora de casa que marcou na noite de ontem (23), o Palmeiras terá a vantagem de dois resultados para se classificar: 0 x 0 e 1 x 1. Antes, o Palmeiras tentará voltar a vencer no Brasileirão 2019, sábado (27), no jogo em São Paulo com o Vasco.

Foto: Correio do Povo