Na melhor apresentação em treze jogos sob a orientação de Mano Menezes, o Palmeiras foi superior de ponta a ponta e ganhou (3 x 0) com sobras do São Paulo, na noite de ontem (30), reduzindo para sete pontos a vantagem do Flamengo, que precisa vencer hoje (31) o Goiás, no Serra Dourada, para manter a diferença de dez pontos do vice-lider.

DOMÍNIO TOTAL – O Palmeiras já saiu em vantagem para o intervalo, com os gols de Bruno Henrique, de cabeça, aos 12, após a rebatida do goleiro em chute de Deyverson, que completou 100 jogos. O segundo gol, também de cabeça, foi de Felipe Melo, aos 41, após cruzamento de Dudu, que aos 44 quase fez o terceiro ao acertar a travessão.

ARTILHEIRO – O Palmeiras ampliou a vantagem aos 12 minutos, com o gol de Gustavo Scarpa – artilheiro do time na temporada com 13 -, após assistência de Zé Rafael em contra-ataque em altíssima velocidade. Nos últimos nove jogos com o São Paulo, 8 vitórias e 1 empate. A última derrota (2 x 0, Lucas Pratto e Luis Araújo) foi na noite do sábado, 27 de maio de 2017, no Morumbi.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha (Jean, 22 do segundo tempo), Gustavo Gomez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Tiago Santos, 23 do segundo tempo), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Deyverson e Zé Rafael (Willian, 30 do segundo tempo). O time volta ao Allianz Parque para o jogo com o Ceará, sábado (2).

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Luan (Igor Vinícius, intervalo) e Igor Gomes; Antony, Pato (Raniel, 17 do segundo tempo) e Vitor Bueno (Hernanes, 32 do segundo tempo). Apesar da quinta derrota, segunda com o técnico Fernando Diniz, o São Paulo mantém o quarto lugar com 49 pontos, e será visitante no jogo de sábado (2) com a Chapecoense, na Arena Condá.

MELHOR DEFESA – Mesmo com os três gols que sofreu do Palmeiras, o São Paulo mantém a defesa menos vazada do Brasileirão 2019, com 20 gols. As defesas do Palmeiras e do Flamengo, que ainda joga hoje (31), em Goiânia, estão iguais à do Corinthians, também com 22 gols sofridos, após a derrota (2 x 1) da noite de ontem (30) para o CSA, em Maceió.

CLÁSSICO INÉDITO – Disputado sempre com muito empenho e ardor, o Palmeiras 3 x 0 São Paulo da noite de ontem (30), no Allianz Parque, tornou-se o clássico inédito, em elevado nível disciplinar. O árbitro Raphael Claus, da Federação Paulista e da FIFA, com atuação tranquila, não utilizou o cartão. R$1.731.916,00. 29.481 pagantes.

Foto: UOL