O Palmeiras foi o único a vencer na abertura do mata-mata das quartas de final e com o 1 x 0 sobre o Internacional, na noite de ontem (10), no Allianz Parque, em São Paulo, só precisa do empate, quarta (17), no jogo de volta em Porto Alegre para disputar a semifinal com Atlético ou Cruzeiro, que fazem o primeiro jogo na noite desta quinta (11), no Mineirão. Para se classificar, o Internacional precisa vencer por dois gols, ou nos pênaltis, se ganhar só por um gol.R$2.414.083,15. 36.443 pagantes.

ZÉ RAFAEL – O gol da vitória foi de Zé Rafael, de cabeça, aos 19 minutos do primeiro tempo, após cruzamento de Bruno Henrique, em jogo com bom domínio do Palmeiras. Paranaense de Ponta Grossa, Zé Rafael começou no Coritiba e foi comprado do Bahia por R$15 milhões, em novembro de 2018. O meia-atacante tem 26 anos, 1,75m, foi campeão da Copa do Nordeste 2017 e campeão baiano 2018, e o valor da sua venda representou o mais alto da história do Bahia.

13 SEM GOL – A vitória sobre o vice-campeão gaúcho aumentou o saldo do Palmeiras, que completou 13 jogos como mandante – 11 no Allianz Parque e 2 no Pacaembu – sem sofrer gol, e fez a invencibilidade subir para 16 jogos em 2019. O Internacional sofreu a terceira derrota como visitante no Allianz Parque: 2 x 3 em 2015, 0 x 1 em 2017 e de novo 0 x 1 na noite de ontem (10). Na última vez que ganhou a Copa do Brasil, o Palmeiras eliminou o Internacional nas quartas de final.

JOGO 50 – Luiz Felipe Scolari completou 50 jogos como técnico do Palmeiras na Copa do Brasil e conseguiu a trigésima vitória. Ele sofreu apenas sete derrotas e obteve 13 empates, retrospecto que considera bem favorável, devido ao equilíbrio técnico dos times no segundo torneio mais importante de clubes do futebol brasileiro.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Tiago Santos, 31 do segundo tempo), Bruno Henrique e Lucas Lima (Raphael Veiga, 25 do segundo tempo); Dudu, Zé Raphael (Willian, 44 do segundo tempo) e Deyverson. Líder e único invicto com 22 pontos em nove rodadas – 7 vitórias e 1 empate -, o Palmeiras volta ao Brasileirão sábado (13), no Morumbi, com o São Paulo – nono com 14 pontos -, às 19 horas.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nonato (D’Alessandro, intervalo) e Patrick; Nico Lopez (Rafael Sobis, 28 do segundo tempo) e Guerrero (Guilherme Parede, 46 do segundo tempo). O técnico Odair Hellmann armou o time para não perder. Antes do jogo de volta, quarta (17), em Porto Alegre, o Internacional – quarto com 16 pontos – jogará domingo (14), em Curitiba, com o Atlético Paranense – décimo segundo com 10 pontos – pela décima rodada do Brasileirão.

CINCO CARTÕES – O árbitro Wilton Sampaio, da Federação Goiana, com boa atuação, advertiu com cartão amarelo, no primeiro tempo, Felipe Melo, aos 27, por falta em Nico Lopez, e Victor Cuesta, aos 48, por falta em Deyverson. No segundo tempo, Rafael Sobis, aos 31, por reclamação; Luan, aos 39, por retardar o jogo, e Rodrigo Moledo, aos 41, por falta em Deyverson.

Foto: Tudo Ok Notícias