Escolha uma Página

COM SINTOMA DE GRIPE e suspeita de dengue ou covid, o meia-atacante francês Dimitri Payet, de 36 anos, desfalca o Vasco na estreia da Copa do Brasil, hoje (27), com o Marcilio Dias, no estádio Hercílio Luz, em Itajaí, no litoral de Santa Catarina, a 94 km da capital Florianópolis. Adson, ex-Corinthians, deve ser o substituto.

O VASCO TEM A VANTAGEM do empate para se classificar à próxima fase, por ser o 22º do ranking da CBF, que estabelece a posição de cada clube pela classificação técnica entre os 239, com base no recente desempenho de suas equipes nas competições nacionais e internacionais. O Marcilio Dias é o 94º.

O VASCO PARTICIPA pela 32ª vez da Copa do Brasil, criada em 1989, e só foi campeão em 2011, ao vencer o Coritiba por 1 x 0 em São Januário, e perder por 3 x 2, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Com o placar agregado de 3 x 3, o Vasco ficou com o título pelo critério dos gols marcados fora de casa.

O TIME DO ÚNICO TÍTULO, no 4-4-2 da época: Fernando Prass, Alan, Anderson, Dedé e Ramon; Rômulo, Eduardo, Felipe (Jumar) e Diego Souza (Bernardo); Eder Luis e Alecsandro. Técnico – Ricardo Gomes. Cinco anos antes (2006), o Vasco havia disputado a primeira decisão, perdida para o Flamengo (2 x 0 e 1 x 0).

NAS FINAIS DE 2006, Renato Gaúcho era o técnico do Vasco, que perdeu o primeiro jogo por 2 x 0, gols de Obina e Luizão, e o segundo por 1 x 0, gol do lateral-esquerdo Juan. O time: Cassio, Wagner Diniz, Jorge Luis, Fabio Braz e Diego; Ygor, Andrade, Ramon e Morais; Edilson e Valdir Papel.

CAMPEÃO CATARINENSE pela única vez em 1963, o Marcílio Dias está participando pela segunda vez da Copa do Brasil, após eliminado na segunda fase de 2023. O nome do clube é em homenagem ao marinheiro Marcilio Dias, combatente da Batalha Naval do Riachuelo (1865) e da Guerra do Paraguai com o Brasil (1864 a 1870).

O NOME DO ESTÁDIO, de 102 anos, o mais antigo de Santa Catarina, inaugurado em 2 de outubro de 1921, é em homenagem a Hercílio Luz – 1860 – 1924 -, senador e três vezes governador do estado. O gramado natural tem dimensões de Copa do Mundo: 105 x 68, e o jogo, sem VAR, será apitado pelo gaúcho Anderson Daronco.

Fotos: Alexandre Durão e Leandro Amorim/Vasco/ND