Escolha uma Página

COM O SEGUNDO GOL, aos 7 minutos do segundo tempo, Pedro marcou o gol 13 mil da história do futebol do Flamengo, na vitória sobre o Nova Iguaçu por 3 x 0, na tarde deste último sábado (30) de março, no Maracanã, deixando o time a um empate do 38° título carioca.

COM OS GOLS DE PEDRO, artilheiro do campeonato com 11, aos 20, de pênalti, e aos 7 do segundo tempo, o Flamengo ampliou a vantagem com o gol contra do zagueiro Ronald, aos 31. Dentro do esperado, uma vitória tranquila do grande favorito.

NOVA IGUAÇU 0 x 3 FLAMENGO registrou R$ 3.820.740,00. 43.778 pagantes. O árbitro Alex Stefano errou na marcação do pênalti de Gabriel em Ayrton Lucas que se projetou, e acertou na anulação do gol de Pedro, aos 48, por falta de Arrascaeta em Gabriel, que o VAR demorou a corrigir.

O FLAMENGO SERÁ CAMPEÃO INVICTO pela quinta vez, na era do futebol profissional carioca, desde 1933. Os quatros títulos foram em 1979 (13 vitórias, 5 empates), 1996 (18 vitórias, 4 empates), 2011 (12 vitórias, 7 empates) e 2017 (12 vitórias, 5 empates). No amadorismo, de 1906 a 1932, o Flamengo foi campeão invicto em 1915 (8 vitórias, 4 empates) e 1920 (13 vitórias, 5 empates).

EM COMPARAÇÃO, com os outros grandes, o Vasco foi o primeiro a ganhar cinco títulos invictos, em 1945, 1947, 1949, 1992 e 2016. O Fluminense só ganhou três títulos invicto na época do amadorismo, em 1908, 1909 e 1911, e o Botafogo foi campeão no profissionalismo, em 1989.

ANTES DO SEGUNDO JOGO DA DECISÃO, domingo (7), o Flamengo estreará na Libertadores com o Millonários, terça-feira (2), na altitude de 2.600m do estádio El Campin, em Bogotá, capital da Colômbia. O retrospecto do Flamengo na altitude é de 4 vitórias, 7 derrotas e 3 empates.

O TÉCNICO TITE repetirá a formação inicial do 3 x 0 no Nova Iguaçu: Agustín Rossi, Varela, Fabrício Bruno, Leo Pereira e Ayrton Lucas; Erick, De La Cruz e Arrascaeta (c); Luiz Araújo, Pedro e Cebolinha.

Foto: Torcida Flamengo / André Durão /