O Atlético Mineiro ficou isolado em terceiro, com um ponto à frente do Flamengo (50 a 49) e mais uma vitória (15 a 14), ao se livrar da derrota e conseguir o empate (2 x 2) com o Bragantino, aos 54 minutos do segundo tempo, com o gol de pênalti do meia Hyoran, no penúltimo jogo da rodada 29, na noite de ontem (11), em Bragança Paulista. Atlético e Flamengo têm menos um jogo, o do Atlético, em casa, com o Santos, e o do Flamengo, fora, com o Grêmio, ambos no próximo dia 27.

BEM JUSTO – A chuva prejudicou muito as condições do gramado do estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 88 km da capital, impedindo que os times fizessem boa apresentação. O Atlético acertou o travessão, com chute forte de Vargas, logo no primeiro minuto, e Ryller se antecipou aos zagueiros e completou de cabeça o cruzamento de Helinho, fazendo Bragantino 1 x 0 no último minuto. Na volta do intervalo, Savarino empatou de carrinho, aos 11, após cruzamento sob medida de Arana.

DE CABEÇA – O segundo gol do Bragantino, também de cabeça, foi do lateral Edimar, aos 22, com mais impulsão que o zagueiro Junior Alonso, após o escanteio de Weverton. A vitória parecia definida, mas o Atlético insistiu e conseguiu o empate aos 54 minutos, quando o meia Ramires derrubou Arana. Na cobrança do pênalti, confirmado depois de três minutos de revisão no VAR, o meia Hyoran converteu com categoria, livrando o Atlético da derrota e deixando o time isolado em terceiro lugar.

11 CARTÕES – O técnico argentino Jorge Sampaoli, do Atlético Mineiro, tornou-se recordista de cartões amarelos no Campeonato Brasileiro, pelo segundo ano consecutivo. Ao ser advertido aos 27 minutos do primeiro tempo, após mais uma reclamação, ele chegou aos 11 cartões, mesmo número do campeonato de 2019 quando terminou vice-campeão com o Santos. Bom dizer: nenhum jogador do Atlético Mineiro foi advertido com cartão nos 2 x 2 com o Bragantino.

GANHA MAIS – Sampaoli acertou a renovação com o Atlético até o final de 2021, passando a ser o técnico mais bem pago no futebol brasileiro: 400 mil dólares por mês. Seus dois assistentes ganham 75 mil dólares, cada. A conversão em reais é com a cotação feita com o valor do dólar no dia em que o pagamento for efetuado. De acordo com os valores das últimas cotações da moeda norte-americana, acima de cinco reais, Sampaoli receberá sempre mais de R$2 milhões por mês.

PONTO E VITÓRIA – Mesmo com o empate com o Bragantino, o Atlético – com 50 pontos e 15 vitórias – manteve vantagem sobre o Flamengo – 49 pontos, 14 vitórias -, ambos com menos um jogo, que disputarão na última quarta (27) de janeiro: o Atlético no Mineirão com o Santos, o Flamengo, em Porto Alegre, com o Grêmio, quinto com 49 pontos. Além de mais um ponto e uma vitória, o Atlético também está à frente do Flamengo no saldo de gols (12 a 8). Atlético (48 a 36), Flamengo (47 a 39).

O QUE RESTA – Dos últimos 10 jogos do Atlético, cinco serão no Mineirão, a contar do próximo, com o Atlético Goianiense, domingo (17). Os seguintes com Santos, Fortaleza, Bahia e Palmeiras, na última rodada, dia 24 de fevereiro. O Atlético será visitante nos jogos com Grêmio, Vasco, Goiás, Fluminense e Sport, na penúltima rodada, dia 21. Com o décimo primeiro empate, o Bragantino terminou a rodada em décimo terceiro com 35 pontos, três a mais que Sport, Vasco e Fortaleza.

FINALISTA – O Atlético Mineiro decidirá o Campeonato Brasileiro sub-20 com o Athletico Paranaense, depois de eliminar o Corinthians na segunda semifinal. Os times repetiram ontem (11), no estádio das Alterosas, em Belo Horizonte, o placar (1 x 1) do jogo de ida, no Parque São Jorge, em São Paulo, e o Atlético venceu o Corinthians por 5 x 4 nos pênaltis. Na primeira semifinal, o Athletico Paranaense eliminou o Flamengo (2 x 2 no Rio e 3 x 2 em Curitiba). O campeão brasileiro sub-20 decidirá a Supercopa do Brasil com o Vasco, campeão da Copa do Brasil sub-20.

Foto: LEANDRO FERREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO