Depois de fazer 1 x 0 e levar a virada, o Corinthians empatou (2 x 2) com o Goiás, na noite de ontem (16), no estádio Serra Dourada, e se manteve em quarto lugar com 44 pontos, com o gol de pênalti de Gustavo, aos 50 minutos do segundo tempo. Os atacantes Michael e Rafael Moura, do Goiás, foram expulsos. R$508.200,00. 15.029 pagantes.

DOIS TEMPOS – O jogo foi bem equilibrado e o empate se ajustou ao rendimento dos times. Janderson, atacante baiano de 20 anos, marcou o primeiro gol pelo Corinthians, aos 11 minutos, e Michael, aos 37, empatou com chute de longe. No segundo tempo, Leandro Barcia, uruguaio de 27 anos, fez de cabeça o segundo do gol aos 26 minutos.

NOS ACRÉSCIMOS, o empate final com Gustavo, paulista de 25 anos, convertendo o pênalti cometido pelo meia Dudu, com um toque aos 50 minutos. O Corinthians, quarto com 44 pontos, completou quatro jogos sem vencer, tem 11 vitórias, 11 empates, 4 derrotas, mas manteve a defesa menos vazada (17, junto com a do São Paulo).

GOIÁS – Tadeu, Yago Rocha, Fabio Sanches, Rafael Vaz e Jeferson; Gilberto (Breno, 37 do segundo tempo), Leo Sena (Dudu, 41 do segundo tempo) e Yago Felipe; Leandro Barcia (Alan Ruschel, 43 do segundo tempo), Rafael Moura e Michael. Técnico – Ney Franco. O time manteve o nono lugar com 37 pontos – 11 vitórias, 4 empates, 11 derrotas, 27 gols pró, 37 gols contra – e o próximo jogo é com a Chapecoense, domingo (20), em Chapecó.

CORINTHIANS – Cassio, Fagner, Bruno Mendez, Gil e Carlos Augusto; Ralf, Sornoza (Vagner Love, 32 do segundo tempo), Mateus Vital e Pedrinho (Regis, 26 do segundo tempo); Gustavo e Janderson (Jadson, 37 do segundo tempo). Técnico – Fabio Carille. O próximo jogo é com o Cruzeiro, sábado (19), na Arena Corinthians.

EXPULSÕES – O árbitro Wagner Magalhães, da Federação do Rio de Janeiro e da FIFA, expulsou Michael, aos 38 do segundo tempo, por um carrinho por trás em Regis, e Rafael Moura, aos 49, após o segundo amarelo em falta normal. O Corinthians teve quatro advertidos com cartão amarelo: Cassio, Bruno Mendez, Sornoza e Gil. O único do Goiás foi o zagueiro Fabio Sanches.

Foto: CARLOS COSTA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS