“NÃO SE DEIXEM ENGANAR” – foi o alerta feito ao Flamengo pelos dirigentes da Associação Polonesa de Futebol ao Flamengo, pouco depois de o emissário do técnico Paulo Sousa ter pagado, nesta 4ª feira (29), pessoalmente, em Varsóvia, a multa de 300 mil euros, o equivalente a R$2 milhões, pela rescisão do contrato. Ainda muito irritado, o presidente Cezary Kulesza criticou e ofendeu o treinador português com palavras duras e até de baixo calão.

ATUAIS E EX-DIRIGENTES E TÉCNICOS poloneses também extravasaram toda a decepção com Paulo Sousa pelo rompimento do contrato: “Ele mentiu ao dizer que só estava pensando na classificação da Polônia para a Copa do Mundo, enganando mais de 40 milhões de poloneses que acreditaram na palavra dele”. O repúdio dos dirigentes aumentou, depois de assistirem o primeiro pronunciamento de Paulo Sousa como novo técnico do Flamengo.

PAULO SOUSA DISSE do orgulho de estar trabalhando pela primeira vez no futebol brasileiro, “no clube que tem o time com a maior torcida do mundo”. O Flamengo ainda não confirmou o dia da chegada do treinador, que terá a comissão técnica com mais integrantes dos últimos anos, enquanto Rogerio Ceni e Renato trabalharam com apenas um assistente, valorizando os profissionais que já encontraram no clube, alguns agora sob ameaça de demissão.

O FLAMENGO TENTA CONVENCER os torcedores de que a contratação de Paulo Sousa terá o mesmo impacto causado em 2019, mas sente que a reação está distante da que foi provocada por Jorge Jesus, que já iniciou conversa com o Atlético Mineiro. Paulo Sousa só conseguirá se manter com resultados positivos, embora o contrato seja até o fim de 2023. A cobrança será idêntica a que sofreram Rogerio Ceni, mesmo com títulos, e Renato, mesmo com goleadas.

Foto: Newsfounded