Escolha uma Página

HÁ EXATOS 10 MESES, quando dirigiu a seleção pela última vez, em dezembro de 2022, Tite anunciou que 2023 seria o ano da família e de reflexões sobre futebol, que continuaria acompanhando, no Brasil e no mundo, mas só na televisão, apenas como observador, interessado em ampliar os conhecimentos. Não deixou de se surpreender com o convite do Flamengo, tampouco de se sensibilizar com a ideia de antecipar o retorno, faltando 12 jogos para terminar o ano.

TITE FOI ESTRATÉGICO ao pedir mais uns dias para decidir, enquanto seu agente finalizava o acerto do contrato, mas o que não queria era estrear contra o Corinthians, evitando ressentimento nos torcedores, que só guardam boas lembranças do seu trabalho e dos títulos importantes, tais como Libertadores e Mundial de clubes no inesquecível 2012. Antes de tudo, Tite é uma pessoa educada, elegante, de fino trato. Ser humano da melhor qualidade.

TITE COMEÇA A CONHECER de perto o elenco que vai comandar nos últimos doze jogos do ano, que o Flamengo ainda sonha em salvar, mesmo sabendo ser difícil deixar de terminar 2023 sem título. A reta final será de observações e análises para a reformulação do elenco, quem fica, quem sai, rotina de toda virada de temporada. Quanto a isso, Tite e sua comissão técnica permanente sabem resolver com muita competência.

Tite e Deni Menezes, com Claudia Faria, gerente administrativa de seleções, em foto de Marcelo Santos, em 10 de agosto de 2022, na sede da CBF, na Barra da Tijuca.

TITE CONSEGUIU CONVENCER o analista de desempenho Lucas Oliveira, com quem trabalhou na Copa do Mundo de 2022, a pedir demissão do Palmeiras, bicampeão da Libertadores em 2020-2021, campeão brasileiro em 2022 e campeão paulista em 2023. O gaúcho Lucas Oliveira estava desde 2020 no Palmeiras e fez um trabalho muito importante na conquista dos nove títulos ganhos desde que o técnico Abel Ferreira assumiu.

A COMISSÃO TÉCNICA de Tite no Flamengo terá três auxiliares, ouvidos sempre com muita atenção, o filho Matheus Bachi, de 33 anos, formado em Ciência do Exercício, que iniciou no Caxias; Cleber Xavier, de 59 anos, que começou com Tite em 2001 no Grêmio, e o ex-volante Cesar Sampaio, de 55 anos, paulistano histórico do Palmeiras – 304 jogos, 25 gols -, bicampeão paulista e brasileiro (93-94) e da Libertadores (1999). O preparador físico será Fabio Mahseredjian.

O PRIMEIRO TREINO sob o comando de Tite será na tarde desta 3ª feira (10), nove dias antes do primeiro jogo, 5ª feira (19), com o Cruzeiro, no Mineirão. Tite assume com o time em 5º lugar, 44 pontos, 12 vitórias (7 em casa), 6 derrotas (só uma em casa para o Botafogo no 1º turno) e 8 empates (4 em casa, 4 fora). O Flamengo ainda não perdeu fora de casa no returno: 3 x 2 no Coritiba, 2 x 1 no Botafogo, 0 x 0 com o Goiás e 1 x 1 com o Corinthians.

Foto: Marcelo Santos