No jogo mais importante do futebol português, o Porto venceu (3 x 2) o Benfica neste sábado (8), diante de 49 mil torcedores no estádio do Dragão, e diminuiu para quatro pontos (54 a 50) a vantagem do arquirrival na liderança, faltando catorze rodadas para o final do campeonato. O maranhense Carlos Vinícius, de 24 anos, 1,90m, fez os dois gols do Benfica e assumiu a artilharia com 14, dois a mais que o meia português Pizzi, seu companheiro de time.

GOL ACROBÁTICO – O meia português Sergio Oliveira, de 24 anos, fez o primeiro gol do clássico logo aos 10 minutos, em lance acrobático revelando muita destreza no salto para a finalização. Carlos Vinícius empatou aos 18, mas o Porto saiu em vantagem para o intervalo com o gol do lateral gaúcho Alex Teles, aos 38, convertendo pênalti que o zagueiro Ferro cometeu com a mão, sem que o árbitro Artur Soares precisasse rever o lance no VAR.

ARTILHEIRO – O Benfica empatou logo aos cinco do segundo tempo, com o segundo gol de Carlos Vinícius, que é bom repetir, assumiu a artilharia do campeonato com 14, ultrapassando o meia Pizzi, seu companheiro de equipe, em noite de pouco rendimento no estádio do Dragão. Carlos Vinícius foi comprado do francês Mônaco por 17 milhões de euros e o Benfica estabeleceu em 100 milhões de euros o valor da multa rescisória.

GOL CONTRA – O segundo gol do maranhense Carlos Vinícius manteve a esperança de virada do Benfica e a tensão do clássico se estendeu aos últimos minutos. O gol da vitória do Porto foi marcado contra pelo zagueiro português Ruben Dias, de 22 anos, ao tentar desviar o cruzamento do atacante malinês Moussa Marega, aos 41 minutos. O técnico Sergio Conceição comemorou muito e Bruno Lage, técnico do Benfica, foi advertido por reclamação.SETE A MAIS – Porto 3 x 2 Benfica foi o de número 243 do maior clássico de Portugal. O Porto passou a ter mais sete vitórias (95 a 88), mas o Benfica fez mais gols (379 a 352), registrando-se 60 empates. O Benfica terminou a vigésima rodada com 54 pontos – 18 vitórias e 2 derrotas, saldo de 38 gols (49 a 11) – e o vice-líder Porto com 50 pontos – 16 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, saldo de 30 gols (44 a 14).

ÚNICO MANDANTE – O Porto foi o único a vencer jogando em casa neste sábado (8), em que o Vitória de Guimarães se destacou como visitante com a goleada (7 x 0) sobre o Famalicão, que completou o quarto jogo sem vencer. Com a terceira vitória consecutiva, o Santa Clara subiu para o nono lugar com 2 x 0 no Belenenses, no estádio do Restelo, que se aproxima do rebaixamento após a quarta derrota consecutiva. Em casa, o Sporting de Braga empatou (2 x 2) com o Gil Vicente.

Foto: A Bola