O Porto assumiu a vice-liderança da Primeira Liga ao vencer (2 x 1) o Marítimo, último colocado, com o gol do meia brasileiro Otávio, de pênalti, aos 48 minutos do segundo tempo, em jogo que completou a vigésima rodada, nesta segunda-feira (22), no estádio dos Barreiros, na Madeira, a 1.180 km do Porto. Embora paraibano da capital João Pessoa, Otávio, de 26 anos, começou no Internacional, bicampeão gaúcho 2013-14, e no Porto, bicampeão português em 2017-18 e 2018-19.

EM 4 MINUTOS – Marítimo 1 x 2 Porto foi muito equilibrado, com dois gols em quatro minutos. O meia colombiano Mateus Uribe, de 29 anos, comprado do America do México em 2019, fez 1 x 0 Porto, aos 13 minutos, e o zagueiro paranaense Leo Andrade, de 22 anos, ex-Coritiba, empatou com belo voleio aos 17. O técnico do Marítimo é o ex-lateral catarinense Milton Mendes, de 55 anos, revelado no Vasco, que também dirigiu, e que jogou vários anos em equipes portuguesas.

GOL DA VITÓRIA – O jogo continuou muito equilibrado na volta do intervalo e o Porto só conseguiu vencer aos 48 minutos, quando o atacante português Ruben Macedo, recuado em auxílio da defesa, fez pênalti no atacante Francisco Conceição, de 18 anos, natural de Coimbra, uma das gratas revelações da temporada. Na cobrança do meia brasileiro Otávio, o goleiro Amir, iraniano de 27 anos, não conseguiu evitar a sexta derrota consecutiva do lanterna Marítimo.

O CLÁSSICO – Porto e Sporting farão o clássico da rodada 21, sábado (27), no estádio do Dragão. Único invicto, o Sporting lidera com 54 pontos – 17 vitórias, 3 empates – e saldo de 32 gols (42 a 10), e o Porto, novo vice-líder, tem 44 pontos, com 13 vitórias, 5 empates, 2 derrotas, saldo de 21 gols (45 a 22), ao ultrapassar o Braga, que caiu para terceiro com 43 pontos. O Benfica é o quarto com 39, só um ponto a mais que o Paços de Ferreira, com 38, e também com 11 vitórias.

ARTILHEIRO – Além de líder e único invicto, o Sporting tem o artilheiro da Primeira Liga, com 14 gols, o meia português Pedro Gonçalves, de 22 anos, natural de Chaves, região Norte, de onde saiu para o Braga e depois ganhou experiência internacional no espanhol Valencia e no inglês Wolverhampton, antes de assinar por cinco anos em 2020 com o Sporting, onde é tratado pelo apelido de Pote. Pedro Gonçalves marcou mais cinco gols que o iraniano Taremi e o português Sergio Oliveira, ambos do Porto.

Foto: EFE/HOMEM DE GOUVEIA