Escolha uma Página

Jornal SOL sapo

O FC Porto, campeão português, voltou a se classificar para as quartas de final da Liga dos Campeões, o que não acontecia desde 2014-15, ao vencer (3 x 1) na prorrogação a Roma, na noite desta quarta (6), no estádio do Dragão. O gol da classificação foi do lateral-esquerdo Alex Telles, de 26 anos, gaúcho de Caxias do Sul, convertendo pênalti do lateral-direito Florenzi, que puxou o lateral-direito Maxi Pereira, aos sete minutos do segundo tempo da prorrogação.

QUATRO MINUTOS – O árbitro turco Cuneyt Çakir recorreu ao árbitro de video, que só confirmou a marcação do pênalti quatro minutos depois de Florenzi ter puxado o lateral uruguaio Maxi Pereira, de 34 anos. Na cobrança, Alex Telles deslocou o goleiro sueco Robin Olsen, de 29 anos, 1,88m, e levou os torcedores ao delírio porque a classificação do Porto estava garantida, ainda que o árbitro tenha dado quatro minutos de acréscimos.

GOL BRASILEIRO – O Porto havia perdido (2 x 1) o jogo de ida no Estádio Olímpico de Roma e se classificaria com 1 x 0 na noite desta quarta (6), no estádio do Dragão, pelo gol fora de casa. O atacante Tiquinho Soares, nascido em Souza, município do sertão paraibano, fez o primeiro gol do Porto aos 26 minutos, após cruzamento do africano Moussa Marega. A Roma empatou com o gol do capitão Rossi, aos 37, convertendo o pênalti do ex-sampaulino Eder Militão no meia argentino Diego Perotti.

A PRORROGAÇÃO – Na volta do intervalo, o Porto fez 2 x 1 com o gol de Moussa Marega aos oito minutos, após cruzamento sob medida do mexicano Hector Corona. O resultado levou o jogo à prorrogação, muito tensa, com lances ríspidos de parte a parte, e o gol que deu a classificação ao Porto só foi conseguido no segundo tempo, com o pênalti convertido pelo lateral Alex Telles, comprado do Galatasaray, da Turquia, em 2016.

OS CLASSIFICADOS – Iker Casillas, Eder Militão (Maxi Pereira), Felipe, Pepe e Alex Telles; Herrera, Danilo Pereira, Corona (Brahimi) e Otávio (Hernani); Tiquinho Soares (Fernando) e Moussa Marega. Técnico – Sergio Conceição. O lateral Eder Militão, substituído pelo uruguaio Maxi Pereira, no intervalo, teve atuação apagada, além de ter feito pênalti desnecessário no argentino Diego Perotti no lance do gol da Roma. 

39 FALTAS – Dentro do padrão das competições europeias, Porto 3 x 1 Roma teve excesso de faltas – 20 da Roma e 19 do Porto -, obrigando também o experiente árbitro turco Cuneyt Çakir a advertir nove jogadores – cinco da Roma – com cartão amarelo. Na troca de passes, o acerto do Porto foi bem superior com 203, de vez que a equipe portuguesa foi correta em 480 e a Roma acertou 277.

O Jogo.pt

PRÓXIMAS VAGAS – Com a classificação do Ajax, que eliminou o Real Madrid, e do Tottenham, que eliminou o Borussia Dortmund, nos jogos da terça (5), e nesta quarta (6) a confirmação de Manchester United e Porto, restam as outras duas vagas para as quartas de final, a serem preenchidas na próxima semana. Terça (12), o Manchester City deve confirmar a vaga em casa, após vencer (3 x 2) o Schalke, na Alemanha, e o Atlético de Madrid faz o jogo de volta em Turim com a Juventus, após ganhar (2 x 0) na Espanha. Quarta (13), o Barcelona recebe o Lyon, após 0 x 0 no jogo de ida na França. O Liverpool joga em Munique com o Bayern, após 0 x 0 no jogo de ida na Inglaterra.