Pepê e o presidente Pinto da Costa

Diante de 15.429 torcedores – 33% da capacidade do estádio do Dragão -, o Porto estreou com vitória fácil por 2 x 0 sobre o Belenenses, neste domingo (8), na rodada de abertura do Campeonato Português 2021-2022, em que sexta (6) o campeão Sporting ganhou em casa (3 x 0) do Vizela, e ontem (7), fora de casa, o Benfica venceu (2 x 1) o Moreirense, com o primeiro gol do zagueiro Lucas Veríssimo, ex-Santos. O Porto promoveu a estreia do atacante Pepê, de 24 anos, ex-Grêmio, que substituiu o atacante iraniano Mehdi Taremi, aos 37 minutos do segundo tempo.

GOLS ESTRANGEIROS – O Porto dividiu a vitória em dois tempos, com gols de atacantes estrangeiros, em jogadas bem trabalhadas pelo lateral-direito João Mario, de 21 anos, muito bom marcador e no apoio. O primeiro gol foi do atacante espanhol Toni Martinez, de 24 anos, com chute forte de fora da área, aos 19 minutos, e o segundo, do atacante colombiano Luis Diaz, de 24 anos, completando de cabeça o cruzamento de João Mario aos 20 do segundo tempo.

QUARTO NO PORTO – O atacante Pepê pouco tempo teve na estreia, só entrando nos oito minutos finais, mas o técnico Sergio Conceição tem elogiado o desempenho dele nos treinos. É o quarto jogador do Grêmio comprado pelo Porto, depois de Claudio Pitbull, que só fez seis jogos; Anderson (24 jogos) e de Mario Jardel, que em 175 jogos, tornou-se um dos maiores goleadores da história do segundo maior campeão do futebol português.

REENCONTRO – Porto 2 x 0 Belenenses marcou o reencontro dos técnicos Sergio Conceição, do Porto, e Petit, que foram companheiros na seleção portuguesa em doze jogos e estiveram juntos na Copa de 2002. Além de perder os 10 últimos jogos no estádio do Dragão, o Belenenses não conseguiu sequer fazer gol no Porto. A última vez que os azuis do Restelo ganharam como visitantes no Porto foi em 2001 por 2 x 1. 

GOLEIRO GAÚCHO – A novidade no Belenenses na temporada 2021-2022 é o goleiro Luiz Felipe, gaúcho de 24 anos, 1,88m, formado na base do Internacional. Antes ele disputou a Liga Europa pelo Zorya, da Ucrânia. Ele evitou que o Porto estreasse com uma goleada, fazendo boas defesas e sem culpa nos gols de Toni Martinez e Luis Diaz. Bom lembrar: o Belenenses só tem um título de campeão português, em 1945-1946.

Foto: OJOGO