O presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou na noite deste sábado (21), logo após o final do Mundial de clubes, em que o Liverpool venceu (1 x 0) o Flamengo, no estádio Khalifa, em Doha, capital do Catar, sede da Copa do Mundo de 2022, que o técnico Jorge Jesus será condecorado com a Ordem do Infante Dom Henrique.

AS CONQUISTAS – O presidente Marcelo Henrique de Sousa, que completou 71 anos no último dia 12 de dezembro, destacou que “Jorge Jesus merece ser agraciado, como o foram no passado,  outros treinadores de destaque, com conquistas expressivas dentro e fora de Portugal. Marcelo tomou posse dia 9 de março de 2016 como vigésimo presidente da República portuguesa.

OITO MIL – Mais de oito mil personalidades mundiais, entre presidentes e reis, já foram homenageados com a Ordem do Infante Dom Henrique. O último brasileiro notável a receber a condecoração foi o sociólogo Fernando Henrique Cardoso, trigésimo quarto presidente da República, de 1/1/95 a 1/1/2003.

HONORÍFICA – A Ordem do Infante Dom Henrique foi criada em 2 de junho de 1960 para comemorar o quinto centenário da morte da notável figura, que nasceu em 4 de março de 1394 na cidade do Porto e morreu em 13 de novembro de 1460 na cidade de Sagres. O símbolo da Ordem é uma cruz pátea, de esmalte vermelho, com filete de ouro, nas cores azul, branco e preto.

A BOLA – principal jornal esportivo português – destaca em sua edição online o título da matéria em que o Flamengo perdeu para o Liverpool: “Firmino acabou com o sonho mundial de Jesus”. O jornal ressalta o grande abatimento do técnico português, de 65 anos, após a derrota.