Os principais jornais esportivos de Lisboa – A Bola, Record e O Jogo – exaltam os 6 x 1 do Flamengo sobre o Goiás, dedicando muito espaço a elogios ao trabalho do técnico Jorge Jesus, o primeiro europeu a dirigir o time mais popular do Brasil, no Maracanã de tantas histórias marcantes do futebol mundial. Vamos reproduzir os registros de cada um, sem alterar em nada o que escreveram, de acordo com os termos usados em Portugal.

A BOLA – “Tarde de recordes para Jorge Jesus, que este domingo se estreou no campeonato como novo treinador do Flamengo. Em pleno Maracanã, com mais de 60 mil pessoas nas bancadas, o Flamengo esmagou o Goiás por 6-1, naquela que foi a maior goleada da temporada de 2019 do Brasileirão. De resto, é preciso recuar 15 anos para encontrar a última vez que o Mengão tinha conseguido marcar seis golos num jogo do campeonato. Em 2004, o conjunto do Rio de Janeiro goleou o Atlético Mineiro por 6-1 e o Cruzeiro por 6-2. Daí para cá, década e meia passou e não mais acontecera… Até chegar Jorge Jesus”.

RECORD – “Jorge Jesus deu espetáculo na goleada do Flamengo e adeptos elogiam postura enérgica do técnico”. “Jorge Jesus rendido ao Flamengo após goleada: “É o grupo mais profissional com quem trabalhei”. Jorge Jesus encantado com adeptos do Flamengo: “Isto não é só um clube, é uma religião”.

O JOGO – “Jorge Jesus estreou-se no campeonato do Brasil com uma robusta goleada, por 6-1, diante do Goiás, equipa que entrara na décima jornada no sétimo lugar a apenas dois pontos do Flamengo, terceiro classificado. Se é verdade que o Flamengo marcou cedo, logo aos 5 minutos – por intermédio de Arrascaeta -, não é menos verdade que aos 12 minutos consentiu o empate do Goiás, com um golo de Kayke. A reação da equipa treinada por Jorge Jesus apareceu aos 44 minutos, primeiro momento de três golos antes do intervalo: Henrique (44) e Arrascaeta (45’+ 1 e 45’+4). Na segunda parte, mais dois golos, ambos marcados por Gabigol aos 56′ e 81′ minutos”.