PORTUGAL PERDEU A VAGA DIRETA para estar em sua 9ª Copa do Mundo, 6ª consecutiva, e terá que disputar uma das três vagas da repescagem, ao perder de virada por 2 x 1 para a Sérvia, na noite deste domingo ( 14 ), no estádio da Luz, em Lisboa. O meia lisboeta Renato Sanches, de 24 anos, do Lille, atual campeão francês, dando a impressão de estar impedido, abriu o placar logo aos 2 minutos com chute violento, mas o VAR confirmou a posição legal.

A VIRADA – Portugal tinha a vantagem do empate, mas não resistiu ao domínio da Sérvia, que igualou o placar aos 32, com o gol do meia canhoto Dusan Tadic, de 32 anos, tricampeão holandês pelo Ajax. O goleiro Rui Patrício, da Roma, falhou feio no lance. Na volta do intervalo, o atacante Aleksandar Mitrovic, de 27 anos, fez de cabeça o gol da virada, aos 44 minutos, depois de passar 17 dos 20 jogos sem marcar pelo inglês Fulham na Premier League.

CRISTIANO RONALDO, em noite apagada, sentou-se em campo, apoiou os braços sobre as pernas e desandou a chorar, assim que o árbitro italiano Daniele Orsato apitou o final do jogo, que teve 21 faltas (8 de Portugal) e 7 cartões amarelos (4 da Sérvia). Das 20 finalizações, 11 foram da Sérvia. Cristiano Ronaldo não fez sequer uma das nove de Portugal. O técnico Fernando Santos resumiu: “Jogamos com receio e ansiedade. A responsabilidade é minha e eu a assumo”.

A AUSÊNCIA do zagueiro brasileiro Pepe, de 38 anos, do FC Porto, foi sentida. Ele é da seleção desde 2007, quando obteve a cidadania, e não jogou por estar suspenso. José Fonte, um ano mais novo, que o substituiu, joga no Lille, campeão francês, e formou dupla com Ruben Dias, de 24 anos, que saiu do Benfica para o Manchester City, campeão inglês 2020-21. Em linhas gerais, a atuação da seleção portuguesa foi bem abaixo do esperado.

RUI PATRÍCIO, João Cancelo, José Fonte, Ruben Dias e Nuno Mendes; Ruben Neves, André Silva e João Palhinha; Bruno Fernandes (Bernardo Silva), Cristiano Ronaldo e João Félix – a seleção que levou a virada da Sérvia. Tanto quanto Cristiano Ronaldo, muito abatido, o meia Bernardo Silva resumiu o sentimento dos companheiros de equipe: “Pedimos desculpas a todos os portugueses, que assistiram a um jogo que não deveriam ter assistido”. 

O SORTEIO dos playoffs será no próximo dia 26, entre as 12 seleções que terminaram em segundo lugar em seus grupos, e os jogos da repescagem serão entre 24 a 29 de março, oito meses antes da 21ª Copa do Mundo, de 21 de novembro a 18 de dezembro no Catar. Ao sair da tribuna de honra do estádio da Luz, o lisboeta Marcelo Rebelo de Sousa, de 72 anos, presidente da República, resumiu: “Há coisas que não podem acontecer, mas acontecem. Temos que nos conformar”.

A SELEÇÃO DA SÉRVIA disputará a 13ª Copa do Mundo, 5ª desde que se tornou independente, depois de jogar 8 pela extinta Iugoslávia. Na capital Belgrado, uma das belas cidades do Sudeste europeu, os torcedores da Sérvia comemoraram intensamente a classificação. A Sérvia foi a sétima a conseguir vaga direta nas eliminatórias para a Copa de 2022, depois da França, atual campeã, Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca e Espanha.

Foto: Observador