Escolha uma Página

OVACIONADA POR 50 MIL torcedores após 4 x 0 sobre a Nigéria, no último amistoso, na noite desta 5ª feira (17), no estádio José Alvalade, em Lisboa, Portugal vai confiante à sua 8ª Copa, querendo mais que o 4º lugar de 2006 e o 3º lugar de 1966, quando o notável Eusébio, com 9 gols, foi seu único artilheiro em Copa.

BRUNO FERNANDES, meia de 28 anos, fez os dois gols do 1º tempo, aos 9, após cruzamento do lateral Diogo Dalot, de 23 anos, seu companheiro no Manchester United, e aos 35 minutos, convertendo pênalti cometido com o braço pelo zagueiro Osayi-Samuel. Portugal foi superior e ampliou a vantagem na volta do intervalo.

ARTILHEIRO da Primeira Liga com 9 gols pelo Benfica, líder e único invicto, Gonçalo Ramos, atacante de 21 anos, fez 3 x 0 aos 37 minutos, e o meia João Mario, de 29 anos, também do Benfica, completou a goleada aos 39. A Nigéria perdeu a melhor chance, quatro minutos antes, com pênalti que Emmanuel Dennis bateu na trave.

ALÉM DE GONÇALO RAMOS, Portugal teve outro estreante, o zagueiro do Benfica Antonio Silva, de 19 anos. No 1º tempo, fez dupla com Ruben Dias, com quem deverá compor a zaga na Copa, e no 2º, com o alagoano Pepe. Antonio Dias foi o 58º estreante, e Gonçalo Ramos, o 59º, com o técnico Fernando Santos.

SEM CRISTIANO RONALDO, com gastrite, o capitão foi o goleiro Rui Patrício, de 34 anos, 1,91m, da Roma, e titular desde 2010, com 104 jogos. A seleção dos 4 x 0: Rui Patrício, Dalot, Ruben Dias (Pepe), Antonio Silva e Nuno Mendes (Guerreiro); William, Bruno Fernandes e Otávio (Ricardo Horta); Bernardo Silva (João Mario), André Silva (Gonçalo Ramos) e João Felix.

O TÉCNICO FERNANDO SANTOS, lisboeta de 68 anos, ex-zagueiro e engenheiro eletrônico, completará 100 jogos no comando da seleção, ao estrear na próxima 5ª (24) com Gana. Será o 31º jogo de Portugal em Copa do Mundo, com 14 vitórias, 6 empates, 10 derrotas, 49 gols a favor e 35 contra, desde a primeira em 1966.

Foto: Jornal de Notícias e RTP