O Santos pode antecipar seu próprio presente de aniversário de 109 anos, que completa amanhã (14), com a classificação para a fase de grupos da Libertadores, no jogo com o San Lorenzo, que derrotou (3 x 1) na semana passada na Argentina, o que lhe dá a vantagem, até mesmo com derrota por um gol, na noite desta terça (13), no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A vaga leva o Santos ao Grupo C, com Boca Juniors, The Strongest e Barcelona, seu primeiro adversário na próxima terça (20), na Vila.

PRIMEIRO BRASILEIRO bicampeão da Libertadores, em 1962 e 1963, quando também foi o primeiro brasileiro a ganhar o bi Mundial de clubes, o Santos ganhou a terceira Libertadores em 2011 e foi vice-campeão em 2020, na primeira final entre brasileiros, ganha pelo Palmeiras (1 x 0) no Maracanã. O técnico do Santos é o argentino Ariel Holan, de 60 anos, que conhece bem o Boca, 35 vezes campeão argentino e atual bicampeão, com seis Libertadores e três Mundiais de clubes.  

NA MESMA NOITE em que o Santos poderá estar estreando com o Barcelona, de Guaiaquil, 15 vezes campeão do Equador e duas vezes vice-campeão da Libertadores, mais três brasileiros também farão a estreia, todos como visitantes: o Internacional, com o Always Ready, campeão da Bolívia, que está sem técnico, após demitir o chileno Sebastián Nuñez, de 39 anos, depois do 1 x 1 de sábado (10) com o Nacional Potosí, que terminou em pancadaria entre os jogadores. 

VELEZ x FLAMENGO – A estreia do Flamengo na fase de grupos da Libertadores também será como visitante, na próxima terça (20) com o Velez Sarsfield, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires. Onze vezes campeão argentino, e em 94 campeão da Libertadores e do Mundial de clubes, o Velez lidera o Grupo B do atual campeonato, em que o Boca é quarto e o Independiente, quinto. O Flamengo tenta ganhar a Libertadores pela terceira vez, após eliminado em 2020 nas oitavas de final pelo Racing.

CRISTAL x SÃO PAULO – Segundo brasileiro bicampeão da Libertadores, em 92-93, quando também ganhou o Mundial de clubes, o São Paulo estreará terça (20) na fase de grupos com o Sporting Cristal, 19 vezes campeão peruano, derrotado em sua única final de Libertadores pelo Cruzeiro, em 1997. 

ATLÉTICO MINEIRO – Embora recordista de títulos mineiros (45), o Atlético só ganhou uma vez a Libertadores, e estreia em 2021 dirigido pelo técnico Cuca, campeão em 2013. O jogo será quarta (21) com o Deportivo La Guaira, campeão de 2020 da Venezuela. A cidade de La Guaira fica a 30 km da capital Caracas.  

ATUAL CAMPEÃO, o Palmeiras estreará na Libertadores 2021 com o Universitário, 26 vezes campeão peruano, a última em 2013, e derrotado em sua única final da Libertadores em 1972 pelo Independiente da Argentina. O Palmeiras decide amanhã (14) a Recopa Sul-Americana com o Defensa y Justicia, no estádio Mané Garrincha, em Brasilia.

FLUMINENSE x RIVER – Último brasileiro a estrear, o Fluminense jogará quinta (22), no Maracanã, com o River Plate, 36 vezes campeão argentino, ganhador de quatro Libertadores, do Mundial de clubes de 1986, e favorito para ser o primeiro do Grupo D. 

Foto: Onefootball