Dentro do mais elevado nível de educação e fino trato, Jorge Jesus ofereceu a Jurgen Klopp a camisa do Flamengo com o número 40. Foi presente do primeiro encontro que tiveram sábado (21), na final do Mundial de clubes, no estádio Khalifa, em Doha, capital do Catar e sede da primeira Copa do Mundo no Oriente Médio em 2022.

ELOGIOS – Jorge Jesus ainda não desenvolve o inglês com a mesma fluência de Klopp, que fez curso intensivo ao assumir o Liverpool em outubro de 2015, mas foi possível que trocassem admiração e elogios. O técnico português cumprimentou o treinador alemão pela Champions e pelo Mundial de clubes, que Klopp ganhou após quatro anos de trabalho. Klopp retribuiu pelos títulos do Brasileirão e da Libertadores.

PADRÃO – O que mais agradou a Jesus foi ter ouvido de Klopp que “sua equipe tem postura europeia, ao marcar forte e sair com muita rapidez  para o ataque, além de bloquear bem os espaços”. Treze anos mais novo que Jesus, o técnico do Liverpool, de 52 anos, também ressaltou: “Sua equipe é compacta, bem treinada e com disciplina tática”.

ENQUANTO o Flamengo só volta das férias dia 23 de janeiro, o Liverpool – líder e único invicto do Campeonato Inglês 2019-2020 -, com um jogo a menos, por causa da final do Mundial de clubes, volta a jogar quinta (26), em casa, com o vice-lider Leicester, que tentará diminuir a diferença de 10 pontos (49 a 39), após 18 rodadas.

TRADIÇÃO – Liverpool x Leicester faz parte da tradição do calendário inglês, com o Boxing Day, data especial comemorativa em que todas as equipes, das quatro divisões do futebol, jogam no dia seguinte ao Natal. Depois, e até 11 de janeiro, o Liverpool terá mais quatro jogos, o último com o Everton, no clássico da cidade, pela Copa da Inglaterra.