As duas primeiras rodadas deixaram claro que a pressão será muito forte neste início de Brasileirão 2019 em que cinco times não conseguiram vencer. A derrota para o Internacional, acendeu o sinal de alerta no Flamengo e a sequência complicada de jogos pode até determinar a saída do primeiro técnico. Abel Braga está na alça de mira e só teve pequeno alívio porque o Flamengo venceu o Cruzeiro na estreia, depois de atuação ruim e derrota feia no Equador, o que se repetiu em Porto Alegre.

O Flamengo terá jogo duríssimo domingo (5) no Morumbi com o São Paulo, líder, ainda que pelo saldo de gols, com as duas primeiras vitórias. Há tendência de que poupe alguns titulares, preservando-os para o jogo seguinte com o Peñarol, quarta (8), em Montevidéu, valendo o primeiro lugar do Grupo D da Libertadores, antes do mata-mata da reta final das oitavas. O desgaste fisico e a tensão podem provocar reações pouco favoráveis. Como sempre, a decisão ficará por conta dos resultados.

VASCO LANTERNA – Sem técnico e sem valores capazes de empreender a reação esperada, o Vasco já inicia em último lugar após duas derrotas, seis gols sofridos e só dois marcados. O começo na lanterna faz a diferença em comparação com os campeonatos anteriores em que o drama do time e da torcida só se acentuou na virada da tabela, mais perto da reta final. A perda do Carioca e a eliminação da Copa do Brasil, com certeza estão se refletindo nesses primeiros resultados.


O Vasco perdeu na estreia fora de casa; perdeu na segunda rodada, em casa. Em campo neutro, vai tentar a primeira vitória, amanhã (4), na Arena da Amazônia, em Manaus, em jogo complicado com o Corinthians, tricampeão paulista.

FLUMINENSE – Penúltimo, dois jogos, duas derrotas, um gol marcado e três gols sofridos, o Fluminense inicia em penúltimo, com os mesmos números ruins do Vasco, separados por um gol de diferença porque o Fluminense já sofreu dois e só conseguiu um, na derrota para o Santos, na noite em que o Botafogo salvou bem a pele do futebol carioca, tornando-se o único a vencer na rodada em que os outros três perderam. Com certeza, o início de Vasco e Fluminense não inspira confiança.

MENOS SETE – A segunda rodada registrou menos sete gols que a primeira (33 a 26). Na abertura, 14 dos 33 gols foram feitos no primeiro tempo. A segunda rodada teve divisão igual, com 13 gols marcados em cada tempo. Os que times que ganharam em casa na primeira rodada foram 8; na segunda, 6. Não houve diferença nas vitórias dos visitantes: duas em cada rodada. A primeira rodada não teve empate; a segunda, teve dois. Ainda não pintou 0 x 0 no Brasileirão 2019. Em que jogo será o primeiro?

TRÊS 100% – São Paulo, Atlético Mineiro e Santos começam com 100% de aproveitamento. O São Paulo lidera por diferença de um gol porque marcou quatro e sofreu um. Atlético Mineiro e Santos também fizeram quatro gols, mas sofreram dois. Não há mais, entre os vinte participantes, nenhum que não tenha marcado gol. Fluminense e Botafogo foram os últimos.

CINCO ARTILHEIROS – Com dois gols em duas rodadas, cinco dividem a artilharia do Brasileirão 2019: Eduardo Sasha, que se juntou aos outros após o primeiro gol do Santos, na noite de ontem na Vila Belmiro, e os que fizeram dois gols em um jogo: Bruno Henrique, nos 3 x 1 do Flamengo no Cruzeiro; Ricardo Bueno, nos 4 x 0 do Ceará no CSA; Everaldo, nos 2 x 0 da Chapecoense no Internacional, e Zé Rafael, nos 4 x 0 do Palmeiras no Fortaleza.

OS VISITANTES – Só dois visitantes ganharam na primeira rodada: o Santos (2 x 1 no Grêmio) e o Goiás (1 x 0 no Fluminense), o que se repetiu na segunda rodada em que o Atlético Mineiro venceu o Vasco (2 x 1) e o São Paulo, por igual placar, ganhou do Goiás.

OUTRO NERES – Às vezes a gente se engana, mas penso que o atacante Jonas Toró, de 18 anos, que marcou o segundo gol do São Paulo, nos 2 x 1 sobre o Goiás, dificilmente continuará no Brasil na próxima janela de transferências. A exemplo de outro ex-São Paulo, David Neres, que merece estar na seleção da Copa América, Jonas Toró foi feito sob medida para o Ajax da Holanda, onde Neres, aos 22 anos, já se consolidou. É um dos destaques da Liga dos Campeões da Europa.

Foto: divulgação Internacional.