Depois de quatro empates e duas derrotas, o Grêmio venceu o primeiro jogo em casa pelo Campeonato Brasileiro de 2021, com a virada por 2 x 1 sobre a Chapecoense, único dos vinte da Série A que ainda não venceu e sofreu a quinta derrota como visitante, na noite de ontem (9), na Arena Grêmio, em Porto Alegre. O resultado manteve a Chapecoense em último, e não tirou o Grêmio do rebaixamento, penúltimo com 10 pontos e com dois jogos adiados.

GOL DO ESTREANTE – O atacante baiano Anselmo Ramon fez o gol da Chapecoense logo aos 4 minutos, completando cruzamento do lateral Busanello, e o meia-atacante mineiro Alisson empatou aos 18 de fora da área. O colombiano Miguel Borja, atacante de 28 anos, emprestado pelo Palmeiras, estreou marcando o gol da primeira vitória do Grêmio em casa, aos 32 minutos, convertendo o pênalti que sofreu do zagueiro Derlan e pediu para cobrar.

ESTREANTE GOLEADOR – Comprado em fevereiro de 2017 do Nacional de Medellin por R$33 milhões, quarta transferência mais cara do futebol brasileiro na época, Miguel Borja perdeu espaço no Palmeiras, depois de 36 gols em 112 jogos e de ser campeão brasileiro em 2018, e foi emprestado ao Junior de Barranquilla, marcando na estreia o gol da vitória (1 x 0) no Tolima. Emprestado ao Grêmio, estreou marcando o gol da vitória (2 x 1) sobre a Chapecoense, na noite de ontem (9). Na estreia no Palmeiras, Borja fez o primeiro gol dos 4 x 1 na Ferroviária, em 27 de fevereiro de 2017.

GABRIEL CHAPECÓ, Vanderson, Geromel, Ruan e Cortez; Tiago Santos, Darlan (Lucas Silva) e Jean Pyerre (Maicon); Douglas Costa (Leo Pereira), Miguel Borja (Luis Fernando) e Alisson (Diogo Barbosa) – o time do técnico Luiz Felipe Scolari e da primeira vitória na Arena Grêmio no Campeonato Brasileiro de 2021. Antes, a única vitória do Grêmio havia sido sobre o Fluminense por 1 x 0, no Maracanã, dia 17 de julho, pela décima segunda rodada.

NOVO TÉCNICO – Demitido do Goiás na Série B, o ex-volante paulista Pintado estreou ontem (9) na Chapecoense, substituindo Jair Ventura, que empatou 4 jogos e perdeu 11. O time da décima primeira derrota da Chapecoense em 15 jogos foi João Paulo, Mateus Ribeiro, Kadu, Derlan e Busanello; Gomes (Ribeiro), Leite (Foguinho) e Geuvânio (Ravanelli); Denner, Anselmo Ramon (Perotti) e Mike (Baxola). Os 4 pontos que ganhou em 15 jogos foram de empates com São Paulo (1 x 1), Atlético Paranaense (2 x 2) e Atlético Mineiro (1 x 1), e em casa com o Ceará (0 x 0).

QUATRO ÚLTIMOS – América Mineiro, 14 pontos, 3 vitórias. Cuiabá, 14 pontos, 2 vitórias. Grêmio, 10 pontos, 2 vitórias, 4 empates, 7 derrotas, saldo negativo de 7 gols (8 a 17), e Chapecoense, 4 pontos, com 11 derrotas e o alarmante saldo negativo de 15 gols (12 a 27). 

Foto: UOL