O francês Karim Benzema, de 31 anos, marcou neste domingo de Páscoa o primeiro hat-trick do Real Madrid, na vitória sobre o Atlético de Bilbao, diante de 59.815 torcedores no estádio Santiago Bernabeu, desde a saída de Cristiano Ronaldo, em maio de 2018, para a Juventus de Turim, onde o artilheiro português ganhou ontem (20) o primeiro título de campeão italiano. Os três gols levaram Benzema a vice-artilheiro do Campeonato Espanhol com 21 gols, menos 12 que Messi, com 33.

AUTOESTIMA – Com a volta do técnico Zidane, que ganhou as últimas três das treze Champions League do Real Madrid – recordista de títulos do maior torneio de clubes do mundo -, Benzema foi um dos que recuperaram a autoestima, junto com Marco Asensio, Luka Modric e o lateral brasileiro Marcelo. Campeão do mundo em 2018 na Rússia, Benzema voltou a ser o destaque do time na temporada 2018-19, em que o Real Madrid não ganhou o campeonato, a Copa do Rei e a Liga dos Campeões.

SEM COMPARAR – Benzema está no Real Madrid o mesmo tempo que Cristiano Ronaldo ficou, 10 anos. Mas, sob qualquer pretexto, é impossível compará-los. Cristiano Ronaldo saiu em maio de 2018 com marcas difíceis de serem alcançadas: ganhou quatro vezes a Liga dos Campeões (três consecutivas e a quinta da carreira) e foi sete vezes artilheiro, seis consecutivas. Com os três gols deste domingo (21), Benzema chegou aos 220 gols em 462 jogos, desde que estreou no Real Madrid, em 27/9/2009.

DOIS DE CABEÇA – Dos três gols, Benzema fez dois de cabeça, aos 2 e aos 31, e o último, de fora da área, aos 46 minutos, todos na volta do intervalo, depois que o Atlético de Bilbao resistiu bem à forte pressão do primeiro tempo. A vigésima vitória em 33 jogos manteve o Real Madrid em terceiro com 64 pontos, dois abaixo do vice-lider Atlético de Madrid (66) e a 13 do (quase) campeão Barcelona, lider com 77 pontos e ataque mais positivo (83). O do Real Madrid é o segundo com 59, e a defesa menos vazada é a do Atlético (21). 

  • Bom dizerBenzema é o que mais fez gols de cabeça na atual temporada dos cinco principais campeonatos europeus. Faltam apenas cinco rodadas e o Barcelona só precisa de duas vitórias para comemorar o título.

Crédito: Twitter/Real Madrid