O modesto Hannover FC, campeão alemão apenas duas vezes, em 1938 e 1954, tornou-se hoje, 11 de março de 2020, a ter o primeiro jogador do futebol mundial atingido pelo coronavírus, a maior epidemia do século 21. Timo Hubers, zagueiro de 23 anos, 1,90m. Os médicos do clube informaram que os demais jogadores, entre eles, só um brasileiro, não foram afetados, mas que Timo Hubers está isolado para novas avaliações.

O PRIMEIRO da história do futebol afetado pelo coronavírus começou na base do próprio Hannover, em 2008, transferindo-se, após sete temporadas, para o Colônia, que defendeu em 2015-26, quando voltou ao Hannover. O clube tem 123 anos, fundado em 12 de abril de 1896. Além de dois campeonatos, só ganhou uma Copa da Alemanha, em 1992. Hannover é uma bela cidade portuária, capital e a maior do estado da Baixa Saxônia.

BRASILEIRO – O zagueiro Felipe Trevizan Martins, de 32 anos, paulista da cidade de Americana, é o único brasileiro no Hannover FC. Formado na base do Coritiba, entre 2007 e 2009, Felipe está na Europa desde 2009, comprado pelo Standard Liège, da Bélgica, que defendeu até 2012 em 84 jogos, e cumpre sua oitava temporada no Hannover, que no atual campeonato da segunda divisão é nono entre os dezoito, com 32 pontos, 19 abaixo do líder Armínia.