Escolha uma Página

Um pequeno avião bimotor, sem tanta autonomia de voo, sobrevoou o Eithad Stadium, do Manchester City, durante parte da goleada de 5 x 0 sobre o Burnley, na tarde desta segunda (22), com uma faixa com os dizeres “White Lives Matter” (Vidas Brancas Importam), supostamente dirigida ao time visitante, que reagiu em nota oficial: “O Burnley apoia a campanha antirracista e jamais defenderá qualquer atitude que possa ser adotada contra negros”. O Burnley, um dos 12 fundadores da Liga Inglesa, é um clube de 138 anos, tratado como vinho tinto, cor da camisa do seu time.

FESTA ADIADA – Com a goleada do City, do técnico espanhol Guardiola, a vantagem do Liverpool caiu para 20 pontos (83 a 63), mas a comemoração foi de novo adiada, mesmo que o time do técnico alemão Jurgen Klopp vença quarta (24) o Crystal Palace, nono colocado, que ainda pode ter vaga na Liga Europa. O Liverpool tem mais sete vitórias (27 a 20) e só perdeu um jogo, enquanto o City sofreu sete derrotas. Os dois estão iguais no saldo de gols (45), mas o ataque do City é superior (76 a 66 gols).

DESTAQUES – O jovem atacante inglês Phil Foden, de 20 anos, campeão mundial e Bola de Ouro do sub-17 da FIFA, em 2017, abriu e fechou a goleada de 5 x 0 do City. O franco-argelino Mahrez, de 29 anos, que fez dois gols no primeiro tempo, com assistência do paranaense Fernandinho, e convertendo pênalti do zagueiro inglês Ben Mee em Aguero, que saiu contundido, foi o outro destaque. O espanhol David Silva marcou o quarto gol, com assistência do português Bernardo Silva, que também brilhou.

GABRIEL JESUS só entrou no minuto final do primeiro tempo, quando o argentino Sergio Aguero pediu substituição, com muita dor e sem poder pisar com firmeza, depois da entrada dura que sofreu do zagueiro Ben Mee no lance do pênalti. O alemão Leroy Sané, atacante de 24 anos, entrou aos 33 do segundo tempo no lugar de Phil Foden, mas não aceitou a proposta de renovação e sairá do City após quatro temporadas. No bicampeonato inglês, Sané foi o que teve mais acertos de passes e dribles.

FERNANDINHO, no City desde 2013, completou nesta segunda (22) 306 jogos, com 23 gols, recuando do meio-campo para a zaga, ao lado do argentino Nicolás Otamendi, de 32 anos, no clube desde 2015, com mais de 200 jogos. Fernandinho é um dos mais elogiados pelo técnico Guardiola, que tem mantido o paulistano Gabriel Jesus na reserva. Em tom de brincadeira, o técnico pediu ao goleiro Ederson, reserva de Alisson na seleção brasileira: “Treina mais amanhã porque hoje você só viu o jogo”… 

AGUERO PODE SER OPERADO -Ao ser substituído por Gabriel Jesus, no fim do primeiro tempo, Sergio Aguero queixou-se de muita dor no joelho. Nesta terça (23) o médico do Manchester City vai fazer uma artroscopia para decidir se o atacante precisará de nova cirurgia. A última porque passou foi em 2018, antes da Copa do Mundo. O pai do jogador, Leonel del Castillo, concedeu entrevista à Rádio La Red, de Buenos Aires, dizendo que “meu filho está preocupado com o problema e admite nova cirurgia, que pode ser a segunda que irá fazer em Barcelona”.

SERGIO AGUERO fez 32 anos no último 2 de junho e joga na Europa há catorze anos. Depois de 101 gols em 234 jogos pelo Atlético de Madrid, entre 2006 e 2011, foi negociado por 45 milhões de euros, na época R$102 milhões. Desde a estreia, em 25/6/2011, ele já disputou 370 jogos e marcou 254 gols pelo Manchester City, ganhando quatro vezes a Premier League. O técnico Guardiola está preocupado porque em agosto o time volta à Champions League e sem Aguero as chances diminuem.

UM CARTÃO – Manchester City 5 x 0 Burnley foi um jogo limpo. O árbitro André Marriner, de 49 anos, da cidade de Birmingham,  viajou 140 km de carro, para cumprir atuação tranquila, em que só aplicou um cartão amarelo, no lateral-direito português João Cancelo, do City, e outro no meia-atacante Josh Brownhil, do Burnley, por faltas normais. Não há brasileiro no time do Burnley, que teve boa figura no goleiro inglês Nick Pope, de 28 anos, 1,91m, impedindo que a goleada fosse maior.

Foto: Jornal NH, MSN, Forbes, American Reporter, Yahoo Sports.