Escolha uma Página

O REAL MADRID deu a impressão de que venceria, ao voltar melhor do intervalo e abrir o placar aos 25 minutos com Vinicius Junior, mas o Girona, 16º, com 10 dos 36 pontos disputados, reagiu e empatou aos 36, com o uruguaio Cristhian Stuani, de 36 anos, convertendo o pênalti que Marco Asensio cometeu com toque de mão.

O 2º EMPATE manteve o Real Madrid líder, mas só com 1 ponto sobre o Barcelona (32 a 31), que sábado (29) ganhou como visitante do Valencia por 1 x 0, gol de Lewandowski, nos acréscimos. O atacante polonês, artilheiro do Campeonato Espanhol, tem 13 gols em 12 rodadas, mais 5 que Borja Iglesias, do Bétis.

REAL MADRID 1 x 1 GIRONA registrou 58.367 pagantes no Estádio Santiago Bernabeu, em Madrid, onde o último domingo (30) de outubro foi de tempo bom e de temperatura de 26 graus. O ex-santista Rodrygo esteve perto do gol da 11ª vitória do líder Real Madrid, ao acertar a trave aos 39 do 2º tempo. No último lance, o meia alemão Tony Kroos foi expulso pelo 2º cartão amarelo.

QUANDO MAIS FORTE foi a pressão do Real Madrid, o goleiro Paulo Gazzaniga, de 30 anos, 1,96m, fez defesas impressionantes em finalizações de Rodrygo e Valverde, meia uruguaio que sobe de rendimento a cada jogo. Gazzaniga é de Murphy, pequena cidade argentina, onde também nasceu Mauricio Pochettino, seu técnico no Southampton e no Tottenham.

ESPANHA GANHA BI MUNDIAL FEMININO

NO TELÃO DE TODOS os estádios, antes e no intervalo dos jogos deste domingo (30), o gol da atacante Ana Maria Zapata, do bicampeonato mundial sub-17, ganho horas antes, com 1 x 0 sobre a Colômbia, foi exibido e comemorado. O jogo foi em Bombaim, maior cidade e centro financeiro da Índia, pela 1ª vez sede.

A ESPANHA havia sido campeã do Mundial sub-20 feminino, ao vencer o Japão por 3 x 1. Os títulos estão sendo comemorados como grande evolução, impulsionada pelos dois prêmios consecutivos que Alexia Putellas, atacante do Barcelona, ganhou como melhor jogadora do mundo.

OS OBSERVADORES da Fifa elogiaram o nível técnico dos Mundiais sub-20 e sub-17. O Brasil teve participação discreta e foi eliminado nas quartas de final do sub-17 pela Alemanha, por sua vez eliminada na semifinal pela Espanha. A Nigéria venceu a Alemanha nos pênaltis e ficou com o 3º lugar.

Fotos: Sky Sports, Metrópoles e OneFootball