MAIOR VENCEDOR DA LIGA DOS CAMPEÕES com 13 títulos, o Real Madrid se classificou na noite de hoje (12), diante de 61 mil torcedores no estádio Santiago Bernabeu, para a 10ª semifinal em 12 anos, mesmo perdendo para o Chelsea por 3 x 2 na prorrogação, depois de vencer o jogo de ida em Londres por 3 x 1.

ATUAL CAMPEÃO, O CHELSEA precisava vencer por três gols, ou pelo menos por dois, para decidir na prorrogação, e teve coragem para agredir adversário tão forte no próprio campo, já saindo para o intervalo com 1 x 0, gol de Mount aos 15 minutos. O Chelsea foi superior e teve chances para obter vantagem mais ampla.

NA VOLTA DO INTERVALO, o Chelsea calou o estádio ao fazer 3 x 0 em cinco minutos, com os gols do zagueiro Antonio Rudiger aos 6 e do atacante Timo Werner aos 30, ambos alemães. O Real Madrid parecia eliminado, mas ganhou sobrevida com o gol do ex-santista Rodrygo, aos 35, levando o jogo à prorrogação.

LOGO AOS SEIS MINUTOS do tempo extra, o francês Karim Benzema fez o 2º gol do Real Madrid, completando de cabeça o cruzamento de Vinícius Junior da linha de fundo. 38º gol de Benzema em 38 jogos na temporada 2021-22, em que lidera a artilharia do Campeonato Espanhol com 24 gols em 31 jogos.

BOM LEMBRAR: o Real Madrid, 13 vezes campeão, ganhou as cinco primeiras Ligas dos Campeões de forma consecutiva: de 55-56 a 59-60, e foi três vezes vice-campeão. Voltou a disputar prorrogação em quartas de final depois de cinco anos, quando eliminou o Bayern de Munique por 3 x 2 na temporada 2016-17.

REAL MADRID – Courtois, Carvajal, Nacho (Lucas Vazquez), Alaba e Mendy (Marcelo); Casemiro (Rodrygo), Modric, Kroos (Camavinga) e Valverde; Benzema e Vinicius Jr (Ceballos). Técnico – Carlo Ancelotti, italiano de 62 anos. O adversário na semifinal será Atlético de Madrid ou Manchester City.

8 CARTÕES E GOL ANULADO – Arbitragem correta do polonês Szymon Marciniak, de 41 anos, desde 2013 na Fifa. Anulou bem o gol de Marco Asensio, por toque de mão antes de finalizar, e fez oito advertências com cartão amarelo: Valverde, Camavinga e Carvajal, e James, Havertz, Azpilicueta, Ziyech e o técnico Tuchel, do Chelsea.

Fotos: Real Madrid