Escolha uma Página

O REAL MADRID GANHOU o Campeonato Espanhol pela 36ª vez, faltando ainda quatro rodadas, ao vencer o Cadiz por 3 x 0, diante de 72.654 torcedores, na tarde deste primeiro sábado (4) de maio, no estádio Santiago Bernabeu, em Madrid. O maior campeão espanhol igualou-se ao Ajax (Holanda) e Juventus (Itália) com 36 títulos.

APESAR DE RECORDISTA, também como campeão da Liga dos Campeões, com 14 títulos, o Real Madrid é o 6º maior campeão nacional, superado pelo Linfield FC, de Belfast, capital da Irlanda do Norte, 56 vezes campeão; Rangers FC, de Glasgow, 55 vezes campeão da Escócia; Olympiacos, 47 vezes campeão da Grécia, e Benfica, 38 vezes campeão de Portugal.

LÍDER DESDE A 8ª RODADA, o Real Madris tem 87 pontos, 27 vitórias, 6 empates e sofreu a única derrota na 6ª rodada, fora de casa, para o Atlético de Madrid (3 x 1), em 24 de setembro de 2023. O Real Madrid foi campeão hoje (4) porque o vice-líder Girona, com 74 pontos, ganhou de virada (4 x 2) do Barcelona, 3º com 73, e ambos não podem mais alcançá-lo.

REAL MADRID 3 x 0 CADIZ marcou a volta do notável goleiro belga Courtois, a uma semana de completar 32 anos (11/5/92), após ausência de nove meses, devido a duas cirurgias no joelho. Mas, por falta de ritmo, não estará no jogo decisivo de 3ª (7) com o City, pela vaga na final da Champions. O ucraniano Lunin voltará ao time.

O GOLEIRO ARGENTINO Jeremias Ledesma, de 31 anos, emprestado pelo Rosário Central, evitou a goleada desde o 1º tempo, com defesas esplendorosas. O Real Madrid só conseguiu os gols na volta do intervalo, com Brahim Diaz, aos 6, que deu assistência para o 2º, do inglês Bellingham, que havia acabado de entrar.

O 3º GOL, DA CONQUISTA antecipada do 36º título do maior campeão espanhol, aos 48 minutos, foi de Joselu. No entanto, a jogada marcante do jogo foi a de Vinicius Jr, aos 37, pouco depois de substituir Brahim Diaz, com uma assistência de letra para o zagueiro Eder Militão cabecear rente à trave.

O TIME DO TÍTULO ANTECIPADO: Courtois, Carvajal, Eder Militão, Nacho e Fran Garcia; Camavinga (Valverde), Ceballos, Arda Guler (Bellingham) e Luka Modric; Brahim Diaz (Vinicius Jr) e Joselu. Os jogos restantes do Real Madrid serão com Granada, Alavés, Villarreal e Betis. O campeonato termina na 3ª feira, 28 de maio.

TODOS OS MÉRITOS da campanha para o italiano Carlo Ancelotti, técnico de 27 títulos, depois de 13 como jogador. Aos 64 anos, Ancelotti (10/6/1959) é um dos cinco técnicos mais vitoriosos do mundo, único a ganhar seis vezes a Liga dos Campeões, duas como volante do Milan, e quatro como treinador.

ANCELOTTI SOUBE, com equilíbrio e inteligência, remontar as escalações do Real Madrid, que ficou sem Courtois e Eder Militão, com lesões graves no início da temporada; Tchouaméni, por três meses; Vinicius Jr e Camavinga, por dois meses, e Bellingham por um mês e meio. Técnico inteligente, competente e sempre discreto.

Fotos: Reprodução | ‘X’ @realmadrid e Real Madrid Oficial