Horas antes da vitória do Barcelona, o Real Madrid ganhou (2 x 0) do Espanyol, diante de 64.125 torcedores no estádio Santiago Bernabeu. Foi a vitória de número 1.700 no campeonato, com os gols dos franceses Varane, aos 38 do primeiro tempo, e Benzema, aos 35. Quarta vitória consecutiva, o que aconteceu pela primeira vez nesta temporada.

VINÍCIUS JÚNIOR – Titular apenas pelo quinto jogo na temporada, Vinícius Júnior teve atuação discreta e foi advertido com cartão amarelo aos 17 minutos, após atingir o goleiro Diego Lopez, em bola dividida. Saiu aos 39 do segundo tempo, substituído pelo zagueiro Eder Militão. O técnico Zidane decidiu renovar as chances de Vinícius Júnior, que não tem correspondido.

RODRYGO – Depois de três grandes atuações consecutivas, em que mereceu primeira página dos jornais pelo hat-trick nos 6 x 1 sobre o Galatasaray, pela Liga dos Campeões, o ex-santista não repetiu o desempenho. Foi substituído, no mesmo momento em que Vinícius Júnior saiu, pelo marroquino Brahim Diaz, um ano mais velho (20).

O TIME – Courtois, Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Mendy; Casemiro, Valverde e Tony Kroos (Modric, 26 do segundo tempo); Rodrygo (Brahim Diaz, 39 do segundo tempo), Benzema e Vinícius Júnior (Eder Militão, 39 do segundo tempo). O Real Madrid jogou de uniforme verde, e o goleiro Diego Lopez, espanhol de 38 anos, 1,96m, foi o destaque do Espanyol, penúltimo com nove pontos. O Espanyol é de Barcelona.

EXPULSÃO – O Real Madrid ficou com 10 desde os 38 do segundo tempo, quando o árbitro Jaime Latre expulsou o lateral francês Benjamin Mendy, por falta dura na perna de Victor Gomez. Foram marcadas 28 faltas, 15 do Real Madrid, e dos cinco cartões amarelos, três  para jogadores do Espanyol.

SUPERCLÁSSICO – A Real Federação Espanhola de Futebol confirmou para quarta (18), no Camp Nou, Barcelona x Real Madrid. O jogo é atrasado da décima rodada e foi transferido do sábado, 26 de outubro, pelas manifestações de violentos protestos contra a condenação de 12 líderes separatistas da Catalunha, com penas de 9 a 13 anos de prisão.

Imagem: Pikdo and SportSport.ba