Escolha uma Página

Acostumados aos gols e aos títulos, os torcedores mais fanáticos do Real Madrid ainda não conseguiram digerir a saída de Cristiano Ronaldo. E não é para menos. O time teve uma queda acentuada desde julho de 2018, quando o presidente Florentino Perez entendeu que o atacante não faria falta e o vendeu por 100 milhões de euros à Juventus.

ESTATÍSTICA – Pela primeira vez, em dez anos, a média de gols do Real Madrid, em 2019, caiu para 1,85 gols, por jogo, com a equipe marcando 100 gols em 54 jogos. Em 2018, com Cristiano Ronaldo, nos seis primeiros meses, o time marcou 142 gols e ganhou, pela última vez, a Liga dos Campeões da Europa, ampliando o recorde para 13 títulos.

RENDIMENTO – Se a queda já havia sido acentuada, com o time marcando menos 42 gols que em 2018, o rendimento ficou ainda pior em 2019, principalmente na reta final do ano. É raro encontrar, desde a saída do artilheiro português, um fim de ano em que o Real Madrid só tenha feito um gol nos três últimos jogos.

19 ANOS – Com Cristiano Ronaldo em campo, o clássico Real Madrid x Barcelona não terminou 0 x 0 nos últimos dezenove anos. Cristiano Ronaldo marcou 451 gols em 438 jogos, dos quais 312 no Campeonato Espanhol e 102 na Liga dos Campeões. O francês Karim Benzema, em quem o clube apostou, está longe da sombra de Cristiano Ronaldo.

SUBIDA – O Barcelona fechou dois pontos à frente do Real Madrid em 2019, mostrando a ascensão do time com a contratação do francês Antoine Griezmann, comprado do Atlético de Madrid. O Real Madrid ainda não conseguiu desfrutar do seu maior investimento, o meia belga Eden Hazard, comprado do londrino Chelsea por 100 milhões de euros, em junho de 2019. As contusões têm atrapalhado.