Horas depois de ganhar fácil (3 x 0) do Eibar, na primeira grande exibição de Griezmann, Messi e Suarez, o Barcelona assumiu a liderança do campeonato, com a derrota (1 x 0) do Real Madrid, para o Mallorca, recém promovido da Série B. A nova data do clássico Barcelona x Real Madrid, adiado pelos protestos na Catalunha, será marcada segunda (21).

QUARTO GOLEADOR – O francês Antoine Griezmann, comprado por 500 milhões de euros do Atlético de Madrid, fez sua melhor exibição no Barcelona. Marcou o primeiro gol, aos 13, e na volta do intervalo deu assistências preciosas para os gols de Messi, aos 14, e Luis Suarez aos 20. Foi o gol 672 de Messi, e Suarez tornou-se o quarto artilheiro do Barça, com 184 gols em 256 jogos.

SÓ 8 MIL – O Eibar é o mais modesto dos clubes da Série A espanhola e detém o recorde de 18 temporadas consecutivas na Série B. O estádio municipal de Ipurua, na província de Guipúscoa, na comunidade autônoma do País Basco, só recebe 8 mil torcedores. Foi o público deste penúltimo sábado (19) de outubro com o Barcelona.

O MEIA ARTHUR, da seleção brasileira, foi substituído pelo chileno Arturo Vidal, aos 26 do segundo tempo. Com a sexta vitória – 1 empate e 2 derrotas -, 23 gols marcados e 10 sofridos, o Barcelona lidera com 19 pontos. 

REAL MADRID PERDE INVENCIBILIDADE

Com atuação apagada, o Real Madrid perdeu a invencibilidade neste sábado (19) para o Mallorca, recém promovido à Série A, com o gol do africano Lago Júnior, de 28 anos, 1,80m, nascido em Abidjan, capital da Costa do Marfim, e no clube desde 2016. Em 127 jogos ele completou 28 gols. É o único estrangeiro do time. O jogo foi no estádio Iberostar, em Palma de Mallorca, segunda ilha mais habitada da costa da Espanha.

OS BRASILEIROS – O técnico francês Zinedine Zidane não encontrou explicação para a má atuação do Real Madrid, que esgotou a cota de estrangeiros no jogo: o zagueiro Eder Militão, o apoiador Casemiro e o lateral Marcelo jogaram do início ao fim. Vinícius Júnior foi substituído por Rodrygo, aos 25 do segundo tempo, e nada produziram.

PROBLEMA SÉRIO – No empate com o Valencia, no estádio Wanda Metropolitano, problema sério para o Atlético de Madrid: o meia-atacante português João Félix, de 19 anos, compra mais cara do clube no início do ano – 500 milhões de euros -, torceu o tornozelo em choque com Dani Parejo, que fez o gol de empate, após o gol de Diego Costa. Os médicos não deram prazo de recuperação.

Foto: The National