Escolha uma Página

O técnico espanhol Julen Lopetegui, cujo início de temporada é considerado regular, pode ser o terceiro da história de 116 anos do Real Madrid – fundado em 6 de março de 1902 e maior campeão da Espanha com 64 troféus – a ficar quatro jogos sem gol, o que só aconteceu em 1982, com o técnico sérvio Vujadin Boskov, e em 1985, com o técnico espanhol Amancio Amaro. 

Se não fizer gol amanhã (6), no jogo da oitava rodada com o Alavés, sexto colocado com 11 pontos, o Real Madrid, vice-líder com 14, completará o quarto jogo sem gol. O último foi de Marco Asensio, aos 41 do primeiro tempo, no 1 x 1 com o Espanyol, em 22 de setembro. O jogo de amanhã será no estádio Mendizorroza – 19.840 lugares -, terceiro mais antigo da Espanha, inaugurado em 27 de abril de 1924, véspera de São Prudencio, padroeiro de Álava, uma das três províncias do País Basco.

OBSTÁCULO – O Deportivo Alavés, sexto com 11 pontos – 3 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 10 gols pró e 8 contra – faz boa campanha, dirigido pelo ex-zagueiro Abelardo Martinez, 48 anos, que participou das Copas de 94 e 98. Um dos destaques é o goleiro Fernando Pacheco, 26 anos, 1,86m, que no Real Madrid só teve chance em dois jogos, entre 2011 e 2014, com o técnico italiano Carlo Ancelotti, porque o português José Mourinho não lhe deu oportunidade. No Alavés, em 2016-17, Pacheco defendeu pênalti de Cristiano Ronaldo.

VINÍCIUS JÚNIOR – Alavés x Real Madrid será o terceiro e último jogo de amanhã (sábado, 6), depois de Girona x Eibar e Getafe x Levante. O Real Madrid ainda não contará com Vinícius Júnior desde o início, mas o técnico Lopetegui acenou com a possibilidade de colocá-lo mais tempo em campo, diferente do que aconteceu no último sábado (0 x 0 com o Atlético de Madrid), quando o ex-atacante do Flamengo só entrou nos sete minutos finais.

ARTHUR TITULAR – O Barcelona, líder pelo saldo de gols – 10 x 6 sobre o Real Madrid, que também tem 14 pontos e está igual em vitórias (4), empates (2) e derrota (1) -, completa a rodada no último jogo de domingo (7) com o Valencia, décimo quarto com 8 pontos, no estádio Mestala – 55 mil lugares esgotados -, em Valencia. O apoiador Arthur, que continua a receber muitos elogios, está mantido como titular pelo técnico Ernesto Valverde.

COBRANÇA – O atacante carioca Rodrigo Moreno, filho do ex-lateral-esquerdo Adalberto, do Flamengo, continua sendo muito cobrado pelos torcedores do Valencia, devido à falta de gols. A pressão também tem aumentado sobre o técnico Marcelino Toral, 53 anos, ex-meio-campo, que comanda o time desde 1 de julho de 2017, porque o Valencia está abaixo do meio da tabela, com apenas uma vitória em sete jogos (uma derrota e o que mais empatou, 5 jogos).

Foto: site givemesport.com