Escolha uma Página

Foto: onefootball.com

O Real Madrid fez sua pior apresentação dos últimos tempos e teve muita dificuldade para ganhar (1 x 0) do lanterna Huesca, pela primeira vez em cem anos na Série A, na tarde deste domingo (9), no acanhado El Alcoraz, estádio da comunidade autônoma de Aragão, que recebeu a lotação máxima de 7.500 torcedores. O gol foi do galês Gareth Bale, de voleio de canhota, após cruzamento do lateral Odriozola, aos oito minutos do primeiro tempo.

EM QUARTO – Com a oitava vitória em quinze jogos – dois empates e cinco derrotas -, o Real Madrid subiu uma posição e terminou a rodada em quarto lugar com 26 pontos, cinco atrás do líder Barcelona (31), que ontem (8) goleou (4 x 0) o Espanyol, no derbi da cidade, com atuação notável de Messi, autor de dois gols em primorosas cobranças de falta. O Real Madrid tem cinco brasileiros no elenco, mas o único disponível – Vinícius Júnior – ficou o tempo todo no banco de reservas.

RECUPERAÇÃO – O lateral-esquerdo Marcelo, hoje substituído por Carvajal, que joga na direita e foi improvisado; os apoiadores Casemiro e Arthur, também em recuperação, ainda não foram liberados, assim como o atacante Malcom, que continua em recuperação de torção do tornozelo. Vinícius Júnior, sem nenhum problema médico, ficou na reserva o jogo inteiro por decisão do técnico. Só que, desta vez, a entrada do ex-atacante do Flamengo não foi reclamada.

VENTO FORTE – Entre as dificuldades que o Real Madrid encontrou, o vento forte no estádio descampado contribuiu muito para que o time se organizasse. O Huesca, não à toa último colocado e só com sete pontos em quinze rodadas, sofreu a décima derrota por falta de competência de seus atacantes, ainda que o goleiro belga Courtois tenha feito pelo menos três boas defesas.

MENTIROSO – Marca, o principal jornal esportivo da Espanha, editado em Madrid, publicou em sua edição online: “A primeira visita do Real Madrid a Huesca acabou com um resultado mentiroso”. Segundo ainda o jornal, “poucas vezes o Real Madrid foi visto com exibição tão medíocre”. Escalação: Courtois, Odriozola, Varane, Sergio Ramos e Carvajal; Llorente, Modric (Isco, 17 do segundo tempo) e Ceballos (13 do segundo tempo); Lucas Vazquez, Benzema e Bale (Asensio, 34 do segundo tempo).

O BARCELONA lidera com 31 pontos. Sevilha e Atlético de Madrid têm 28 pontos, mas o Sevilha é vice-lider por ter mais uma vitória (8 a 7). O Real Madrid subiu para o quarto lugar com 26 e o Alavés caiu para o quinto com 24 pontos.