Escolha uma Página

O REAL MADRID já está em Rabat, capital do Marrocos, para a semifinal de 4ª feira (8) com o Al-Ahly, maior campeão do Egito, mas o artilheiro Benzema, o goleiro Courtois e o zagueiro Militão ficaram em Madrid, e só viajarão se o time fôr à final do próximo sábado (11), com Flamengo ou Al-Hilal, da Arábia Saudita.

O TÉCNICO ITALIANO Carlo Ancelotti, campeão como meia em 90 e como técnico em 2007 no Milan, tenta o oitavo título do Real Madrid, que ganhou como técnico em 2014. Entre os 21 jogadores que estão no Marrocos, Ancelotti incluiu os meias Mario Martin, de 18 anos, e Sergio Arribas, de 21; e dois de 20 anos, o zagueiro Marvel e o goleiro Lucas Cañizares, todos do Real Castilla, time B do Real Madrid.

A RESSONÂNCIA magnética de hoje (6) do goleiro Courtois não revelou gravidade na dor que sentiu na virilha esquerda durante o aquecimento, que o tirou do jogo de ontem (5) com o Mallorca, e ele poderá estar na final de sábado (11), assim como Benzema, desde que o tratamento intensivo porque passam recupere bem a ambos. Desde o início do ano, o Real Madrid já sofreu 11 problemas físicos.

O TIME PARA O JOGO de 4ª feira (8), com o Al-Ahly, do Egito, deve ser Lunin, Carvajal, Alaba, Rudiger e Camavinga (Nacho); Luka Modric, Tony Kross e Valverde (Camavinga); Marco Asensio, Rodrygo e Vinicius Junior. O único reserva para o ataque é Mariano Diaz, de 29 anos, do time campeão mundial de clubes de 2016.

NÃO ESTÃO COM a equipe no Marrocos, além de Courtois, Benzema e Militão, o lateral francês Ferland Mendy, o meia belga Eden Hazard e o atacante espanhol Lucas Vazquez, eventualmente também utilizado na lateral. Quando ganhou o único Mundial de clubes com o Real Madrid, em 2014, o técnico Ancelotti venceu na final o San Lorenzo, da Argentina, por 2 x 0, gols de Sergio Ramos e Gareth Bale.

Foto: Placar