Escolha uma Página

COM A VIRADA sobre o Juventude por 3 x 1, o Grêmio ganhou pela segunda vez o heptacampeonato gaúcho, na tarde deste sábado (6), em sua bela Arena Grêmio, em Porto Alegre, tornando-se recordista de títulos consecutivos da Série A.

FRANCO CRISTALDO, Diego Costa e Nathan Fernandes marcaram os gols, depois que Gilberto fez 1 x 0 logo aos 5 minutos. O time do 43° título: Caíque, João Pedro, Geromel, Kannemann e Mayk; Villasanti, Pepê (Dodi), Cristaldo (Du Queiroz) e Pavon ( Nathan Fernandes); Nunes (Soteldo) e Diego Costa (João Pedro).

RENATO GAÚCHO, maior nome do futebol do Grêmio, ganhou o 5° título de campeão gaúcho, igualando-se a Oswaldo Rolla, recordista com 10 títulos na história do clube. Renato é o único campeão como jogador e técnico da Libertadores pelo Grêmio.

CEARÁ IGUALA FORTALEZA

COM A VITÓRIA NOS PÊNALTIS POR 3 x 2, depois de 1 x 1 no tempo normal, neste sábado (6), na Arena Castelão, o Ceará não só impediu que o Fortaleza ganhasse o inédito hexacampeonato cearense, mas também o igualou com o 46° título.

SPORT BICAMPEÃO

DEPOIS DE VENCER o jogo de ida por 2 x 0, o Sport Club Recife sagrou-se bicampeão pernambuco ao empatar com o Náutico, na tarde deste sábado (6). Com o 44° título, o Sport ampliou a vantagem sobre o Santa Cruz (29) e o Náutico (24).

FURACÃO BICAMPEÃO

APÓS VENCER O JOGO DE IDA por 1 x 0, em Maringá, o Athletico ganhou hoje (6) o bicampeonato paranaense com 3 x 0, gols de Pablo, Fernandinho, de pênalti, e Mastriani, na Arena da Baixada em Curitiba. 28° título, menos 11 que o Coritiba, 39 vezes campeão.

CRICIÚMA BICAMPEÃO

PELO AGREGADO DE 3 x 2, o Criciúma ganhou o bicampeonato catarinense, ao vencer o Brusque por 1 x 0 no jogo de ida e empatar em 2 x 2 o de hoje (6), em seu estádio Heriberto Hulse, seu 12° título.

34° TÍTULO DO CRB

APÓS VENCER o primeiro jogo por 1 x 0, o CRB – Clube de Regatas Brasil – ganhou hoje (6) o 34° título alagoano, com 3 x 1 no ASA, de Arapiraca, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O maior campeão é o CSA – Centro Sportivo Alagoano -, com 40 títulos.

CUIABÁ TETRACAMPEÃO

EM SEUS 23 ANOS DE HISTÓRIA, fundado em 2001, o Cuiabá ganhou hoje (6) o 13° título de campeão do Mato Grosso, 4° consecutivo, ao vencer o União por 1 x 0, gol de Clayson, no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis, a 95 km da capital.

LIDERADO pelo atacante Deyverson, estrela do time, o Cuiabá tornou-se o segundo maior campeão mato-grossense, superando o Operário, de Várzea Grande, com 12 títulos. O maior campeão é o Mixto, com 24.

CEILÂNDIA CAMPEÃO

NO ANO DOS 50 ANOS do estádio Mané Garrincha, o Ceilândia voltou a ser campeão de Brasília, ao vencer o Capital por 4 x 3 nos pênaltis, após 1 x 1 no agregado. O Ceilândia foi campeão em 2010 e 2012, e o Capital, de Paranoá, finalista pela primeira vez em seus 19 anos de história. Ambos disputarão em 2025 a Série D; a Copa do Brasil e a Copa Verde.

Fotos: Futebol do Interior / Gazeta Esportiva / Marlon Costa/Pernambuco Press