Escolha uma Página

ADVERSÁRIO DO BRASIL na estreia da Copa América, dia 24, a Costa Rica perdeu um pênalti, chutado fora pelo lateral Francisco Calvo, aos 44 minutos do 1º tempo, e ficou no 0 x 0 com o Uruguai, decepcionando os 15 mil torcedores, no amistoso da noite de ontem (31), no Estádio Nacional da capital San José.

A SELEÇÃO DA COSTA RICA, um dos 20 países da América Central, é dirigida desde 2020 pelo ex-meia argentino Gustavo Alfaro, de 61 anos. Como técnico, ganhou a Copa Sul-Americana de 2007 com o Arsenal de Sarandi, ao vencer o América do México, pelo gol como visitante, após o placar agregado de 4 x 4. No amistoso anterior, em março, a Costa Rica perdeu para a Argentina (3 x 1).

A SELEÇÃO DO URUGUAI se apresentou bem modificada, só com jogadores que atuam no país, e foi dirigida por Diego Perez, da seleção Sub-20, assessor do técnico argentino Marcelo Bielsa, ex-zagueiro de 68 anos, que ficou em Montevidéu treinando a seleção principal para a Copa América.

O BRASIL É TIDO como o maior favorito da estreia, no terceiro jogo com a Costa Rica pela Copa América, que goleou por 5 x 0 em 1997, e 4 x 1 em 2004. Desde o primeiro confronto, em 13 de março de 1956, nos Jogos Pan-Americanos do México, quando foi representado por uma seleção gaúcha, e goleou por 7 x 1, o Brasil venceu 10 dos 11 jogos com a Costa Rica.

MÉXICO VENCE BOLÍVIA DE BRASILEIRO

COM O GOL do meia-atacante Efrain Alvarez, de 21 anos, aos 3 minutos do 2º tempo, o México venceu a Bolívia por 1 x 0, no amistoso de preparação das seleções para a Copa América, na noite de ontem (31), no estádio Soldier Field, em Chicago, maior cidade de Illinois, um dos 50 estados dos Estados Unidos.

O MÉXICO é do Grupo B, com Equador, Jamaica e Venezuela, e o técnico Jaime Lozano, ex-meia de 45 anos, decidiu mesclar a seleção com jovens da Sub-23 que viaja hoje (1) para disputar o tradicional Torneio de Toulon, na costa azul da França, dirigida por seu assistente Ricardo Cadena, ex-zagueiro de 54 anos.

ANTES DA COPA AMÉRICA, a seleção mexicana fará mais dois amistosos, 4ª feira (5) com o Uruguai, no estádio Empower Field, em Denver, e sábado (8) com o Brasil, no estádio Kyle Field, um dos maiores dos Estados Unidos, com 102.773 lugares, em College Station, no estado do Texas, no Sul do país.

A BOLÍVIA é do Grupo C, com Estados Unidos, Panamá e Paraguai, dirigida pelo ex-zagueiro Antonio Carlos Zago, de 55 anos, campeão no São Paulo, Palmeiras, Santos e Corinthians; campeão italiano na Roma; campeão turco no Besiktas, e campeão da Copa América de 1999 com a seleção brasileira, que defendeu em 37 jogos.

Fotos: EZEQUIEL BECERRA / AFP