Do alto de seus catorze anos nos times mais importantes da Europa, artilheiro e campeão, Ronaldo Fenômeno – 414 gols em 616 jogos na carreira – considera que cinco jogadores, entre os melhores que viu, mereciam ter ganho a Bola de Ouro da FIFA, que recebeu três vezes, em 96, 97 e 2002, quando jogava no Real Madrid.

PAOLO MALDINI – Zagueiro que só jogou no Milan – 902 jogos, 33 gols -, sete vezes campeão italiano e cinco vezes da Liga dos Campeões da Europa, foi considerado o melhor da posição, entre 1984 e 2009. Na seleção, 126 jogos e 7 gols, de 88 a 2002, em três Copas do Mundo. Hoje, aos 51 anos, é diretor do Milan. Ronaldo considera que Maldini merecia a Bola de Ouro.

DEL PIERO – Recordista de gols do Italiano – 290 em 706 jogos, 53 de falta -, Alessandro Del Piero, hoje aos 45 anos, só jogou pela Juventus, de 1995 a 2008. Campeão do mundo em 2006, disputou 91 jogos e marcou 27 gols pela seleção. Ronaldo Fenômeno lembra de suas arrancadas e finalizações, e que fez por merecer a Bola de Ouro que não ganhou.

FRANCESCO TOTTI – Maior artilheiro da Roma, único time em que atuou – 307 gols em 786 jogos -, de 1992 a 2017, foi campeão italiano em 2001-2002, bicampeão da Copa da Itália, em 2006-07 e 2007-08, campeão do mundo em 2006. Hoje, aos 43 anos, Totti foi de cinco categorias da seleção, de sub-15 a sub-23, até marcar 9 gols em 58 jogos pela principal. Ronaldo diz que foi um atacante rápido, que saía bem da marcação e certeiro nos chutes.

RAUL GONZALEZ – Segundo maior artilheiro do Real Madrid, com 323 gols em 741 jogos, de 1994 a 2010; duas vezes artilheiro do Espanhol – 25 gols em 98-99 e 24 gols em 2001-2002; duas vezes artilheiro da Liga dos Campeões, com 11 gols em 1999-2000 e 7 gols em 2000-2001, e duas vezes campeão mundial de clubes. Ronaldo diz ter sido um de seus melhores parceiros de ataque.Raul Gonzalez Blanco, hoje aos 42 anos, fez 44 gols em 102 jogos, segundo maior goleador da seleção.

ROBERTO CARLOS – O lateral-esquerdo estrangeiro com mais jogos pelo Real Madrid – 527 e 68 gols marcados -, Roberto Carlos, hoje aos 47 anos, ficou duas vezes com a Bola de Prata, em 96 e 97, enquanto Ronaldo Fenômeno ganhava a Bola de Ouro. Roberto Carlos foi da última seleção brasileira campeã do mundo, em 2002, quando Ronaldo foi o artilheiro da Copa. Roberto Carlos ganhou 4 campeonatos espanhóis, 3 Ligas dos Campeões e 2 mundiais de clubes. Campeão europeu e mundial no mesmo ano (2002). Ronaldo Fenômeno diz ter sido o melhor que viu na posição: “O Roberto merecia uma Bola de Ouro.

BOM LEMBRAR – Ronaldo Luis Nazario de Lima, carioca de Bento Ribeiro, hoje aos 43 anos, jogou na Europa de 1994 a 2008, marcando 309 gols em 402 jogos: PSV – 57 jogos, 54 gols. Barcelona – 49 jogos, 47 gols. Inter – 99 jogos, 59 gols. Real Madrid – 177 jogos, 104 gols. Milan – 20 jogos, 9 gols. Ronaldo é presidente do Valladolid, da primeira divisão da Espanha, em seu segundo ano de gestão, e sua fortuna pessoal está próxima de dois bilhões de reais.