O Santos recuperou a liderança do Brasileirão 2019, ao vencer (1 x 0) a Chapecoense com o gol contra do zagueiro Gum, aos 39 do primeiro tempo, ao desviar o cruzamento de Soteldo. O lateral Victor Ferraz estava impedido ao dar o passe a Soteldo, mas o árbitro Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio de Janeiro, consultou o VAR e confirmou o gol.

OUTRO LANCE – Cinco minutos antes do gol, houve um lance de falta do zagueiro Lucas Veríssimo no atacante Everaldo, mas o árbitro, também depois de consultar o VAR, decidiu pela não marcação do pênalti. O Santos depende que o Flamengo, com 33 pontos, não ganhe do Palmeiras neste domingo (1), a fim de terminar a rodada em primeiro lugar.

TRÊS JOGOS –Depois dos 6 x 1 no Goiás, o Santos ficou três jogos sem vencer – 3 x 3 com o Fortaleza, depois de fazer 3 x 0; perdeu (3 x 2) do São Paulo e 2 x 0 do Cruzeiro – e reencontrou a vitória na noite deste último sábado de agosto (31), na Arena Condá, em Chapecó. Foi a décima primeira vitória, quinta como visitante e a quarta por 1 x 0.

CHAPECOENSE – Tiepo, Eduardo, Gum (Diego Torres), Rafael Pereira (Henrique Almeida), Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Marcio Araújo, Gustavo Campanharo, Camilo (Aylon) e Arthur Gomes; Everaldo. O técnico Emerson Cris adotou três zagueiros e conseguiu neutralizar bem o volume ofensivo do Santos.

Com a quarta derrota em nove jogos em casa, a Chapecoense vai continuar entre os rebaixados, e com 14 pontos – 3 vitórias, 5 empates, 9 derrotas, 16 gols a favor e 28 contra – pode até cair para o antepenúltimo lugar, se o Fluminense, com 12, ganhar amanhã (2) do Avaí, no Maracanã.

SANTOS – Everson, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Aguilar e Gustavo Henrique; Diego Pituca, Evandro (Jean Mota), Felipe Jonatan (Carlos Sanchez) e Derlis Gonzalez (Alison); Sasha e Soteldo. O técnico argentino Jorge Sampaolinão terá os laterais Victor Ferraz – terceiro cartão amarelo – e Jorge, nos amistosos da seleção, no próximo jogo com o Atlético Paranaense, domingo (8), em Curitiba.

Com a quinta vitória como visitante, quarta sem sofrer gol, o Santos tem 36 pontos – 11 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 29 gols a favor e 17 contra – e disputará o último jogo do turno com o Flamengo, dia 15, no Maracanã.

CINCO CARTÕES – O árbitro Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio e do quadro da CBF, mostrou-se firme nas marcações em que não confirmou o pênalti de Lucas Veríssimo em Everaldo, e no lance do gol do Santos, ao não validar o impedimento de Victor Ferraz. Advertiu bem com cartão amareloEduardo e Arthur Gomes, da Chapecoense, e EversonVictor FerrazDiego Pituca e Soteldo. R$236.995,00. 9.053 pagantes.

Foto: LIAMARA POLLI/AM PRESS & IMAGES