Primeiro brasileiro bicampeão da Libertadores e Mundial de clubes (62-63), no auge da época de ouro do Rei Pelé, o Santos tornou-se o quinto time brasileiro classificado para o mata-mata das oitavas de final da Libertadores 2020, ao vencer (3 x 2) o Olímpia, em jogo de duas viradas, na noite de ontem (1), no estádio Manuel Ferreira, em Assunção, capital do Paraguai. Antes do Santos, já estavam classificados Athletico Paranaense, Palmeiras, Flamengo e Grêmio, e o São Paulo, único eliminado.

INVICTOS – Dos cinco brasileiros classificados para as oitavas,só Palmeiras e Santos invictos, 4 vitórias e 1 empate, e dos seis estrangeiros, o único invicto é o Boca Juniors, 3 vitórias e 2 empates. O River Plate tem o ataque mais positivo (18), seguido do Palmeiras e da LDU, com 12 gols, e do Flamengo com 11. Os seis estrangeiros classificados são os argentinos River, Boca e Racing; o uruguaio Nacional; o paraguaio Guarani, e a LDU, do Equador.

AS VIRADAS – Na vitória que confirmou a classificação do Santos, quatro dos cinco gols no primeiro tempo: o meia uruguaio Carlos Sanchez, que não fazia gol há oito meses, marcou aos 14, de pênalti em Madson, cometido pelo atacante Jorge Recalde, que empatou aos 22 e fez a virada do Olímpia (2 x 1) aos 34. De falta, aos 40, Marinho empatou com seu décimo segundo gol em 19 jogos na temporada, restabelecendo a justiça no placar porque o Santos estava melhor no jogo.

KAIO JORGE, de 18 anos, pernambucano de Olinda, formado desde os 10 anos na base do Santos, fez o gol da virada final (3 x 2), aos 13 do segundo tempo. Depois de 15 jogos sem fazer gol, ele minimizou a cobrança: “O Santos é uma família e o nosso técnico sabe bem o que faz”. Por sua vez, Cuca ressaltou a virada: “É raro vencer o Olímpia no Paraguai. Estamos felizes com a classificação, e por sermos, junto com o Palmeiras, as equipes até agora invictas” – disse o técnico.

SANTOS – João Paulo, Pará, Madson, Alex e Felipe Jonathan; Jobson (Ivonei), Diego Pituca e Carlos Sanchez (Alison); Marinho, Kaio Jorge (Raniel) e Soteldo (Lucas Braga). O goleiro João Paulo, de 25 anos, 1,88m, sul-matogrossense de Dourados, voltou a ter atuação destacada, com grandes defesas, quando mais forte foi a pressão do Olímpia. O último jogo do Santos na fase de grupos será com o argentino Defensa y Justicia, dia 20, na Vila Belmiro.

ARBITRAGEM – Olímpia 2 x 3 Santos, na noite de ontem (1), em Assunção, teve atuação segura do argentino Nestor Pitana, de 45 anos, árbitro da final da Copa do Mundo de 2018 – França 4 x 2 Croácia -, que aplicou seis cartões amarelos: Alex, Jobson e Raniel, do Santos, e nos paraguaios Leguizamon, Jorge Recalde e no goleiro Librado Azcona

BANIDO PELA FIFA – Presidente do Club Olímpia, 44 vezes campeão paraguaio e três vezes campeão da Libertadores, o empresário Marco Antonio Trovato, de 41 anos, foi banido do futebol pela FIFA, após seis anos no cargo. Trovato é acusado de manipulação de resultados desde 2018, quando se associou a uma empresa de apostas. No Santos, o presidente José Carlos Peres, de 71 anos, foi afastado pelo Conselho Deliberativo, “por praticar gestão temerária”.

Foto: Santa Portal