O Santos assumiu a vice-liderança do Brasileirão 2019 com 71 pontos, ao vencer (2 x 0) a eliminada Chapecoense, na noite deste domingo (1), na Vila Belmiro, e beneficiado pelos 3 x 0 campeão Flamengo (87) sobre o Palmeiras (68), que caiu para o terceiro lugar após a sexta derrota, ainda como o segundo que menos perdeu.

DO ALTO – Outra vez suspenso pelos cartões amarelos, que acumula na sequência dos jogos, o técnico argentino Jorge Sampaoli assistiu do alto, no camarote do clube, a uma exibição que o convenceu pela determinação do time do início ao fim. Lucas Veríssimo fez 1 x 0 de cabeça, aos 8, após escanteio de Evandro, que ampliou logo aos três do segundo tempo.

DUAS VITÓRIAS – Além dos pontos – 71 a 68 -, o Santos, novo vice-lider, passou a ter mais duas vitórias que o Palmeiras (21 a 19). Foi a décima terceira vitória, sétima no returno, em 18 jogos como mandante. O time só perdeu um jogo na Vila Belmiro, 3 x 0 para o Grêmio, no returno. Os dois últimos jogos serão com Athletico, em Curitiba, e Flamengo, na Vila Belmiro.

SANTOS – Everson, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan; Alison, Carlos Sanchez e Evandro (Diego Pituca); Marinho, Sasha (Kaio Jorge) e Tailson (Derlis Gonzalez). O próximo jogo é quarta (4) com o Athletico Paranaense, em Curitiba, e na última rodada, domingo (8), na Vila Belmiro, com o Flamengo.

CHAPECOENSE – João Ricardo, Eduardo, Douglas, Hiago (Maurício Ramos) e Roberto; Marcio Araújo, Amaral, Elicarlos (Gustavo Campanharo) e Camilo; Artur Gomes e Renato (Dalberto). Pela primeira vez rebaixada, desde que subiu à Série A em 2014, a Chapecoense, em penúltimo com 28 pontos, sofreu a vigésima derrota, décima como visitante e quarta no returno.

CINCO CARTÕES – O árbitro Marielson Alves Silva, da Federação Baiana, teve atuação bem tranquila e aplicou cartões amarelos em três do Santos – Alison, Evandro e Marinho – e em Douglas e Dalberto. R$200.690,00. 6.961 pagantes na Vila Belmiro.

Foto: JOTA ERRE/AGÊNCIA O DIA