Com início fulminante e dois gols que definiram o jogo em cinco minutos, o Santos é o novo vice-lider do Brasileirão 2019, igualando-se em pontos (47) ao Palmeiras, mas com a vantagem de uma vitória (14 a 13), primeiro ítem de desempate. O Flamengo, líder com 52, pode terminar a rodada com oito pontos de vantagem, se vencer o Atlético Mineiro, na noite de hoje (10), no Maracanã.

DELÍRIO NA VILA – O começo do Santos levou os torcedores ao delírio na Vila Belmiro. A  pressão não deu chance ao Palmeiras, envolvido e sem saída para evitar que o zagueiro Gustavo Henrique fizesse 1 x 0, aos 13, cabeceando entre os zagueiros Vitor Hugo e Luan, após a falta do uruguaio Carlos Sanchez.

EM JOGADA iniciada pelo lateralPará, ex-Flamengo, titular pela primeira vez, o segundo gol foi do atacante Marinho, aos 18, aproveitando a rebatida do goleiro em chute do volante Diego Pituca. O árbitro de video mostrou que não havia impedimento porque Marinho estava na mesma linha do zagueiro Vitor Hugo. 

TERCEIRA SEM GOL – Foi a décima quarta vitória do Santos, terceira consecutiva sem sofrer gol, após 2 x 0 no CSA e 1 x 0 no Vasco. Foi a primeira vitória do ano sobre o Palmeiras, depois de duas vitórias sobre o Corinthians e uma sobre o São Paulo. O último Santos x Palmeiras na Vila havia sido em junho de 2017, Santos 1 x 0, gol de Kayke.

SAMPAOLI 50 – Outra vez muito aplaudido pelos torcedores, quando teve o nome anunciado no serviço de som, o técnico argentino Jorge Sampaoli completou 50 jogos. Ele descartou qualquer hipótese de romper o contrato com o Santos para substituir o brasileiro Sylvinho, demitido há quatro dias pelo Olympique Lyon (França).

SANTOS – Everson, Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Jean Mota e Carlos Sanchez; Marinho, Sasha e Tailson (Lucas Venuto, 35 do segundo tempo). O uruguaio Carlos Sanchez, único advertido do jogo com cartão amarelo, aos 31 do segundo tempo, por falta em Dudu, não jogará domingo (13) com o Inter, em Porto Alegre.

PALMEIRAS – Jailson, Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Scarpa (Zé Rafael, 17 do segundo tempo); Dudu, Luiz Adriano (Carlos Eduardo, 25 do primeiro tempo) e Willian. Com três derrotas, igual ao Flamengo e ao Corinthians, o Palmeiras caiu para terceiro com 47 pontos. Os próximos jogos serão no Allianz Parque, sábado (12), com o Botafogo, e quarta (16) com a Chapecoense.

Foi a primeira derrota do técnico Mano Menezes, em sete jogos, desde que substituiu Luiz Felipe Scolari. Antes, ele havia ganho do Goiás, Fluminense, Cruzeiro, Fortaleza e CSA, empatado com Internacional e Atlético Mineiro.

EXPULSÃO – O árbitro Flavio Rodrigues de Souza, da Federação Paulista, expulsou Willian, aos 28 do segundo tempo, por um carrinho duro em Diego Pituca. Outro palmeirense fora do próximo jogo é Felipe Melo, pelo terceiro cartão, por falta dura em Carlos Sanchez, aos 19 do segundo tempo. R$592.000,00. 11.408 pagantes na Vila Belmiro.

Foto: Esporte R7