Mesmo sendo o time que mais perdeu jogadores e o técnico, infectados pela Covid-19, o Santos ganhou (2 x 0) do Internacional, no jogo de abertura da rodada 21, segunda do returno do Campeonato Brasileiro, ontem (14), na Vila Belmiro, e soma 34 pontos com a nona vitória, com saldo de seis gols (30 a 24). O jogo melhorou no segundo tempo, quando os garotos da base, o meia Ivonei e o atacante Kaio Jorge, ambos de 18 anos, fizeram os gols.

ESTREANTE – Quem também brilhou foi o estreante John Victor, goleiro de 24 anos, 1,96m, formado na base em 2011, quando chegou de Diadema, município da região metropolitana de São Paulo. Logo no início do segundo tempo, ele fez duas grandes defesas, em chute frente a frente do uruguaio Abel Hernandez e em cabeçada do artilheiro Tiago Galhardo. John Victor é o terceiro goleiro: o titular Vanderlei é um dos infectados e o suplente Vladimir se recupera de cirurgia no pé.

O QUIQUE – O meia Ivonei marcou o primeiro gol como profissional, ao cobrar a falta de Rodinei em Lucas Braga, aos 14 minutos. O quique da bola “matou” o goleiro Marcelo Lomba. Formado na base do Santos, Ivonei esteve entre os destaques das seleções sub-15 e sub-17 no Sul-Americano. Nascido em Rondonópolis, sudoeste do Mato Grosso, a 210 km da capital Cuiabá, Ivonei foi lançado no time principal do Santos, em junho de 2020, pelo técnico português Jesualdo Ferreira.

A ALEGRIA – Depois de dois rebotes do goleiro Marcelo Lomba, com o pé, em chute de Marinho, e com a mão, em chute de Artur Gomes, Kaio Jorge marcou o segundo gol aos 23 minutos, e lançou no Twitter: “Feliz com meu primeiro gol na Vila mais famosa do mundo. Essa alegria me emociona”. Pernambucano de Olinda, na região metropolitana do Recife, Kaio Jorge está no Santos desde os 10 anos e marcou o gol da vitória (2 x 1) sobre o México no Mundial sub-17, em 2019, no estádio Bezerrão, em Brasília.

SANTOS – John Victor, Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Wagner Leonardo; Vinícius Balieiro, Ivonei (Artur Gomes) e Felipe Jonathan; Marinho, Kaio Jorge (Tailson) e Lucas Braga (Marcos Leonardo). Em recuperação, após testar positivo para a Covid-19, o técnico Cuca foi substituído pelo assistente Marcelo Fernandes. O Santos será visitante no próximo jogo, sábado (21), em Curitiba, com o Athletico Paranaense, que ontem (14) saiu do rebaixamento e colocou o Botafogo em penúltimo.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Rodinei, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Praxedes), Edenilson (Lindoso), Marcos Guilherme (Leandro Fernandez) e Maurício (D’Alessandro); Tiago Galhardo e Abel Hernandez (Yuri Alberto). O Internacional sofreu a quinta derrota no Brasileiro de 2020, a primeira na volta do técnico Abel Braga, que já havia perdido o jogo anterior com o América Mineiro (1 x 0), pela Copa do Brasil, na Arena Beira Rio, em Porto Alegre.

ATHLETICO VENCE GOIÁS – Com o gol de cabeça do atacante Renato Kayzer, após cruzamento sob medida de Carlos Eduardo, aos 20 minutos do primeiro tempo, o Athletico Paranaense venceu (1 x 0) o Goiás, último colocado, na tarde de ontem (14), no estádio da Serrinha, em Goiânia. Foi a décima primeira derrota do time que mais perdeu e a sexta vitória do Athletico, que saiu do rebaixamento e colocou o Botafogo em penúltimo.

Foto: Jornal de Brasília