Entre os mais atingidos pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus, Santos e Palmeiras fazem o clássico de seis pontos, às 17 horas deste sábado (5), na Vila Belmiro, esperando pelo tropeço do Flamengo no jogo com o Botafogo, no mesmo horário, para entrar no G-4. Iguais em pontos (34) e vitórias (10), o Palmeiras é quinto pelo saldo de 10 gols (31 a 21), e o Santos, sexto, por ter saldo de 7 gols (34 a 27). O vencedor terá que esperar também pelo tropeço do Internacional, que tem 37 pontos.

O PALMEIRAS será orientado na área técnica pelo assistente Vítor Castanheira, português de 43 anos, porque o técnico Abel Ferreira, português de 41 anos, ainda se recupera dos efeitos do novo coronavírus. O time foi anunciado com Weverton, Mayke, Emerson, Alan Empereuer e Matias Viña; Luan, Zé Rafael, Raphael Veiga e Lucas Lima; Gabriel Veron e Willian. No turno, em seu Allianz Parque, o Palmeiras venceu (2 x 1).

O SANTOS foi anunciado com John Victor, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Jean Mota; Marinho, Kaio Jorge e Soteldo. O técnico Cuca sente-se feliz pela recuperação completa da Covid-19, depois de passar uma semana internado em Curitiba, capital onde nasceu. O Santos desistiu da venda do zagueiro Lucas Veríssimo, que estava quase certa para o Benfica.

CLÁSSICO DA SAUDADE é o tratamento dado a Santos e Palmeiras, que se enfrentam desde 1915, por terem apresentado espetáculos inesquecíveis nos anos 60, representados por Pelé e Ademir da Guia, símbolos da mais refinada técnica do futebol de todos os tempos. O jogo deste sábado (5), na Vila Belmiro, é o de número 330, com 138 vitórias do Palmeiras, 105 do Santos e 86 empates, mas no Campeonato Brasileiro o Santos tem vantagem de 7 vitórias (28 a 21), e 25 empates.

BOM LEMBRAR – Em 2019, o Santos foi vice-campeão brasileiro, dirigido pelo argentino Jorge Sampaoli, hoje técnico do vice-líder Atlético Mineiro, e o Palmeiras, orientado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, no momento sem clube, ficou em terceiro lugar. Tanto Santos quanto Palmeiras estão classificados para as quartas de final da Copa Libertadores: o Palmeiras, que eliminou o Delfin, jogará com o Libertad, e o Santos, que eliminou a LDU, também do Equador, jogará com o Grêmio.

OS ÁRBITROS – A Confederação Sul-Americana de Futebol escalou na noite de ontem (4) os árbitros das quartas de final da Copa Libertadores: Fernando Rapallíni, da Argentina, terça (8), em Libertad x Palmeiras, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. Juan Benitez, do Paraguai, quarta (9), em Grêmio x Santos, na Arena Grêmio. Andrés Rojas, da Colômbia, quinta (10), em River Plate x Nacional, em Buenos Aires. Depois de eliminar o Flamengo, o Racing espera Boca Juniors ou Internacional. O Boca venceu (1 x 0) em Porto Alegre e joga pelo empate, quarta (9), em seu estádio La Bombonera.

Imagem: Palmeiras Notícias